Blatter admite pressão na CBF para anunciar nome de novo técnico

Presidente da Fifa ficou aliviado com a confirmação de Luiz Felipe Scolari para comandar a seleção brasileira e assim não estragar a cerimônia do sorteio da Copa das Confederações

Levi Guimarães e Marcelo Laguna - iG São Paulo | - Atualizada às

Getty Images
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, ficou aliviado com a decisão da CBF em anunciar logo o nome do novo treinador da seleção

Joseph Blatter mostrou o habitual estilo polido,mas deixou evidente nesta quinta-feira, durante a coletiva que anunciou os indicados ao prêmio Bola de Ouro, que a Fifa pressionou a CBF para apressar a indicação do nome de Luiz Felipe Scolari para o lugar de Mano Menezes na seleção brasileira. O motivo foi o de evitar um mal estar no dia do sorteio dos grupos da Copa das Confederações, neste sábado, quando o Brasil poderia ser o único representante a não ter um treinador na bancada.

Luiz Felipe Scolari foi uma boa indicação para comandar a seleção brasileira? Opine

"Se há uma seleção nacional na Copa das Confederações, tem que haver um treinador, no momento em que o técnico da seleção brasileira já nao está mais na ativa [referindo-se a Mano Menezes], então qualquer seleção tem que realmente nomear outro treinador e fazê-lo imediatamente. Nao poderíamos ter uma seleção nacional sem um técnico no evento", disse Blatter, durante a coletiva, realizada no Hotel Holliday Inn, no Anhembi.

Veja também: Felipão assume a seleção e diz que ganhar a Copa é obrigação

A intenção da CBF era retardar um pouco mais o anúncio do sucessor de Mano na seleção. Logo após a demissão do treinador, na última sexta-feira , o então diretor de seleções, Andrés Sanchez, disse que o novo nome só seria anunciado em janeiro de 2013. Nesta semana, a situação mudou e o próprio Marin chegou a dizer que o anúncio seria feito na próxima semana.

Leia também: Cristiano Ronaldo, Iniesta e Messi disputam prêmio de melhor do mundo

Só que um encontro entre Marin e Blatter, ocorrido quarta-feira em São Paulo, mudou novamente os planos da CBF e o nome de Luiz Felipe Scolari acabou vazando e confirmado por fontes próximas ao presidente da entidade. A confirmação oficial ocorreu nesta quinta-feira, ao mesmo tempo em que era realizada o evento da Fifa no Anhembi.

Veja ainda: Neymar volta a concorrer ao prêmio do gol mais bonito do ano

"Era absolutamente necessário que a CBF tomasse a iniciativa e fizesse a nomeação já. Não poderia ficar no vácuo e não ter o técnico do Brasil na entrevista coletiva dos técnicos ou mesmo na cerimônia do sorteio", explicou Blatter, que mesmo sem admitir, passou um belo pito em Marin para evitar um constrangimento para a Fifa.

Veja as fotos dos indicados ao prêmio Bola de Ouro da Fifa:

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG