Enderson diz que Goiás montará um "grande time" para 2013

Técnico afirma que primeiro passo é garantir a permanência das principais peças na campanha do título da Série B

Gazeta |

Contratado em setembro de 2011 para ajudar o Goiás a se manter na Série B do Campeonato Brasileiro em seu segundo trabalho como treinador profissional, Enderson Moreira coroou o trabalho realizado em Goiânia neste sábado, quando o clube bateu o Joinville por 2 a 1, no Serra Dourada, e garantiu o título da competição pela segunda vez.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Futura Press
Autor de um dos gols do Goiás contra o Joinville, Walter comemora o título

De aposta no ano passado, o técnico do Goiás se tornou uma realidade no esporte nacional, tendo sido ventilado em equipes da segunda e também da primeira divisão do Brasileirão. Focado em renovar contrato com o Esmeraldino e estender o vínculo até o final da Série A de 2013, Enderson só faz um pedido: que o time não se desmonte.

Leia mais: Goiás é campeão, Atlético-PR e Vitória sobem, e Guarani e CRB são rebaixados

"A partir de agora vamos trabalhar com força e dedicação em função de montar um grande time para 2013. O primeiro objetivo é tentar manter essas peças, como o Walter e Ricardo Goulart, entre outros, porque não se pode montar um time e depois outro. Temos que ter paciência, tranquilidade e buscar a manutenção de grande parte desse grupo", contou Enderson Moreira após a conquista do título, neste sábado.

Veja ainda: Goiás vence Joinville em casa e se sagra bicampeão da Série B

Segundo Enderson, o mérito da diretoria do clube não foi apenas trazer peças encostadas em clubes da Série A, como os dois exemplos citados, mas também confiar em seu próprio trabalho. Durante a temporada, o Goiás e o trabalho do treinador enfrentaram momentos de tensão, como a goleada sofrida diante do América-RN na primeira rodada e também o fato de ter ocupado posições intermediárias durante boa parte da competição.

"O principal mérito foi confiar em um treinador que não tinha reconhecimento e em um grupo de jogadores, uma comissão técnica. No dia a dia fomos provando o potencial, os atletas foram muito corretos também, porque abriram mão de vaidade para poderem buscar objetivos que foram traçados no início do ano", vibra o treinador, que ainda completou o pensamento: "É o fechamento de um ano vitorioso que a gente começou com dificuldades, dúvidas, questionamentos, mas graças a Deus as coisas aconteceram e a gente termina com um título merecido por tudo o que fizemos na Série B".

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: GoiásEnderson MoreiraRicardo GoulartSérie B 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG