Jogadores do São Paulo ficaram presos no elevador por cerca de quinze minutos até serem resgatados

Após desembarcar em Santiago no início da noite, onde enfrenta a Universidad Católica nesta quinta-feira na primeira partida da semifinal da Copa Sul-americana, a delegação do São Paulo se dirigiu ao hotel onde ficará concentrada e logo passou por um susto. O treino do time comandado por Ney Franco estava programado para às 20 horas (de Brasília), mas acabou atrasando devido a um terremoto de 5.1 na escala Richter.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Entre o segundo e o terceiro andar do hotel Sheraton, Denis, Maicon, Rafael Toloi e Jadson ficaram por quinze minutos presos em um elevador até que o resgate foi efetuado, segundo informações da Rádio Estadão/ESPN .

Leia mais:  Com sombra de Ganso, Jadson fala em "base forte” e "continuidade"

Cerca de 15 minutos antes do início do treinamento no estádio San Carlos de Apoquindo, a equipe ainda teve de enfrentar um leve terremoto atingiu a capital chilena.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.