Raúl Garcia marcou o gol da vitória dos espanhóis contra os israelenses, nesta quinta-feira

Como tem sido constante na Liga Europa, o Atlético de Madri entrou com um time praticamente reserva para receber o Hapoel Tel Aviv no estádio Vicente Calderón, em partida válida pelo grupo B. Apesar da ausência do artilheiro Falcao García, os espanhóis conseguiram superar os israelenses com o placar magro de 1 a 0, graças a gol de Raúl García, garantindo vaga na próxima fase da competição.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Jogadores do Atlético de Madri comemoram gol na vitória diante do Hapoel
AP
Jogadores do Atlético de Madri comemoram gol na vitória diante do Hapoel

Descompromissado, o time da casa levou alguns sustos durante a partida, mas contou com atuação segura do goleiro Sérgio Asenjo para não fracassar diante da torcida. Para poder administrar a partida, os colchoneros  iniciaram o duelo pressionando os rivais e precisaram de apenas seis minutos para sacramentar o resultado.

Em bela arrancada pela ponta direita, o veloz Adrián López cruzou na área e o goleiro Edel afastou o perigo parcialmente. Na sequência, o turco Emre Belozoglu mostrou boa visão de jogo para rolar com açúcar para a chegada de Raúl García. O espanhol encheu o pé e abriu o placar na capital.

No outro jogo do grupo, a Academica de Coimbra recebeu os indigestos visitantes do Viktoria Plzen e suou para conseguir empatar por 1 a 1. O camisa 10 Horvath abriu o placar para os thecos, enquanto Edinho deixou tudo igual para os portugueses.

Com os resultados, o Atlético de Madri fica isolado na ponta da tabela com 12 pontos, seguido pelo Plzen, que possui dez. Assim, as duas equipes estão classificadas para a próxima fase da competição europeia. Com cinco pontos, a Academica se junta aos lanternas do Hapoel, com apenas um, e está eliminado.

Jussiê brilha e comanda vitória do Bordeaux na Bélgica:

Subindo de produção no Campeonato Francês, o Bordeaux provou que pode ser uma surpresa também na Liga Europa. Após vencer os belgas do Club Brugge fora de casa por 2 a 1 com dois gols do brasileiro Jussíê, a equipe francesa alcança dez pontos, liderança e classificação no grupo D. Lestienne descontou para a equipe da Bélgica.

Depois de abrir o placar com Marveaux ainda no primeiro tempo, o Newcastle segurou a pressão do Marítimo até os 34 minutos da etapa complementar, quando Fidélis apareceu para deixar tudo igual. Apesar do tropeço em casa, o time inglês chega aos nove pontos e também se classifica. Brugge, com quatro, e Marítimo, com três pontos, estão eliminados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.