Confira os sete pecados capitais cometidos pelo Palmeiras no Brasileirão

O iG listou os principais erros que levaram o alviverde a ser rebaixado à Série B

iG São Paulo | - Atualizada às

Pela segunda vez na história, o Palmeiras foi rebaixado para a segunda divisão . Em 36 rodadas, o time do Palestra Itália conquistou apenas 34 pontos. Confira a lista dos sete pecados capitais cometidos pelo alviverde no Campeonato Brasileiro.

Veja fotos da crise palmeirense:

Priorizar a Copa do Brasil:

Nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras deixou a competição de pontos corridos em segundo plano para priorizar a Copa do Brasil. Depois, com a conquista do título que garante vaga na Libertadores, os jogadores fizeram muita festa e demoraram muito para focar na disputa do Brasileirão.

Leia mais: Gol de Love e empate da Portuguesa derrubam Palmeiras para a Série B

Time ruim:

Com exceção de Barcos, o Palmeiras não conta com jogadores que fazem a diferença dentro de campo. Por causa do problema, o time do Palestra Itália ficou muito dependente das boas atuações do atacante. Quando Barcos foi convocado para defender a Argentina, o time sentiu sua falta.

Torcida do Palmeiras em clima de velório após empate com o Flamengo:

Sem casa:

O Palestra Itália está em obras para a construção de uma nova Arena. Neste Campeonato Brasileiro, o Palmeiras mandou seus jogos em quatro estádios diferentes: Pacaembu, Arena Barueri, Fonte Luminosa (Araraquara) e Prudentão (Presidente Prudente). A mudança excessiva de estádios prejudicou o time.

Confira ainda: Vágner Love empata aos 44 do segundo tempo e Palmeiras é rebaixado

Gazeta Press
Torcedores do Palmeiras manifestam contra possível manobra para evitar eleições diretas no clube

Brigas políticas:

As diferentes correntes políticas do Palmeiras, mais uma vez, prejudicaram o ambiente dentro do clube. Com a situação ruim do time dentro de campo, o ambiente ficou ainda pior. Além das ameaças, ocorreram verdadeiras pancadarias na sede social.

Ameaça da torcida:

Parte da torcida do Palmeiras trocou o apoio pelo terror. Por causa das cenas de selvageria na derrota para o Corinthians, no Pacaembu, o Palmeiras precisou mandar quatro jogos no interior. Para piorar, prejudicaram ainda mais o desempenho do time com ameaças de agressão contra dirigentes e jogadores.

Péssimo aproveitamento em clássicos:

Até agora, o Palmeiras disputou sete clássicos contra os principais rivais e não conquistou sequer uma vitória. Contra o Corinthians, perdeu as duas, sendo que uma a equipe do técnico Tite jogou com os reservas. Contra o São Paulo, conquistou um empate e uma derrota. Já contra o Santos, foi derrotado na última rodada do primeiro turno.

Sem poder de reação:

Os jogadores do Palmeiras não mostram poder de reação dentro de campo. Quando a equipe começa perdendo a partida, a derrota é praticamente inevitável, Em 36 jogos do Campeonato Brasileiro, o alviverde deixou o gramado derrotado em 21 oportunidades.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Palmeiras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG