"Ele (Muricy) chama a minha atenção porque muitas vezes sou um pouco desligado", contou o jovem jogador do Santos

Um dos jogadores do atual elenco do Santos que mais sofre com as cobranças do técnico Muricy Ramalho, Felipe Anderson agradeceu ao comandante pelas orientações que tem recebido no dia-a-dia do clube. Segundo o jovem meio-campista, Muricy tem sido um dos responsáveis pela sua evolução nos últimos jogos.

Leia mais: Neymar passa em branco, mas Santos derrota o Figueirense

"Ele (Muricy) chama a minha atenção porque muitas vezes sou um pouco desligado. Mas isso é bom para mim, para a minha carreira. Tenho muito para aprender com o Muricy", afirmou Felipe Anderson, que fez a jogada para a conclusão de Patito Rodríguez no primeiro gol e marcou o segundo da equipe santista, na vitória sobre o Figueirense, por 2 a 0, na noite deste sábado, na Vila Belmiro.

"Ouvi o Muricy e fui muito feliz, tanto na jogada do gol do Pato como no gol que eu fiz", destacou o meia, revelando um pedido do comandante para insistir em lances de linha de fundo.

"O professor vem pedindo para mim, eu venho escutando, treinando e hoje (sábado) fui feliz. Fiz esse jogada de ir no fundo e rolar para o companheiro (Patito) que está melhor colocado", emendou.

Pato Rodriguez e Felipe Anderson celebram gol do Santos
Gazeta Press
Pato Rodriguez e Felipe Anderson celebram gol do Santos

Já Muricy Ramalho, ao ser indagado sobre a atuação de Felipe Anderson, voltou a "pegar no pé" do jogador, mas ressaltou o caráter e a dedicação do meia nos treinamentos.

"O Felipe às vezes 'dorme', depois 'acorda' de novo. Ele é assim: muito sossegado. Mas é um bom menino, calmo até demais. Ele trabalha muito, é uma pessoa excepcional. Só que, em determinadas oportunidades, ele 'desliga'. E hoje em dia, no futebol, você tem que estar ligado o tempo todo", analisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.