Bruno fala em 'entregar na mão de Deus' e Kleina cita clima de 'velório'

Goleiro palmeirense se diz triste e cita azar na situação desesperadora da equipe paulista no Brasileiro

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Em situação para lá de desesperadora, o Palmeiras depende de um milagre para não cair para a Série B. O time paulista pode ter seu descenso decretado ainda neste domingo, caso o Grêmio não vença a Portuguesa. Após sofrer o empate no fim diante do Flamengo, o clima entre o elenco palmeirense era de total desânimo.

O Palmeiras vai cair para a Série B? Opine!

Gazeta Press
Gilson Kleina considerou o resultado injusto

Triste, o goleiro Bruno lamentou a situação tenebrosa da equipe e citou o azar nas partidas.

 "Só tem homem aqui, estamos aqui dando a cara. Azar, falta de sorte, pode chamar do que quiser. Tristeza total. Vamos entregar na mão de Deus para tentar não cair nesta rodada. Vamos ver o que acontece. O que tinha que fazer nós não conseguimos. Deixamos a desejar", comentou o goleiro palmeirense.

Leia mais:  Vágner Love empata aos 44 do segundo tempo e só milagre salva Palmeiras

O técnico Gilson Kleina lamentou a situação da equipe na competição e citou o clima de velório no vestiário palmeirense. 

"Sentimento é de velório. Todo mundo sentindo e chorando. Quem sente de outra maneira está quieto", disse o técnico à Bandeirantes, que ainda viu o resultado como injusto.

"Ninguém queria este resultado. Injusto. Tivemos uma equipe desmantelada mas que teve brio. Agora é enfrentar a realidade", disse o comandante.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: brunopalmeirasgilson kleina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG