Diego Souza, Nenê, Aimar e Diego também são nomes estudados pela diretoria do Santos, mas treinador disse que não discutiu possibilidade de troca da promessa santista

Para Muricy, Felipe Anderson está valorizado, mas precisa evoluir no Santos
Gazeta Press
Para Muricy, Felipe Anderson está valorizado, mas precisa evoluir no Santos

Com "boas expectativas" em relação à repatriação do atacante Robinho, reserva do Milan durante a temporada, o técnico Muricy Ramalho não considera a possibilidade de perder Felipe Anderson, possível moeda de troca no negócio envolvendo o time italiano e o Santos, que trata o ‘Rei das Pedaladas’ como prioridade para 2013.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Apesar de taxar Robinho como um "nome pesado", o treinador santista não pretende perder Felipe Anderson: "Não discutimos essa possibilidade. Sabemos que o Felipe está valorizado por clubes de outros países, mas de troca nunca falamos. É só especulações, a verdade é essa, não há nada de concreto em relação a isso. Ele tem qualidades muito boas, mas é jovem e tem que evoluir no Santos".

"Que vamos nos reforçar, isso vamos. Agora como vai ser feito é parte da diretoria. Com o Robinho são conversas longas, não é fácil, mas é um nome muito interessante", admite Muricy, que indicou o jogador do Milan em uma lista que ainda compreende Diego Souza, em litígio com o Al Ittihad, da Arábia Saudita, Nenê, Pablo Aimar e Diego, campeão brasileiro pelo time em 2002. Entre esses nomes, apenas o último está descartado pela dificuldade em negociar com os alemães do Wolfsburg.

Outro jogador indicado por Muricy à comissão técnica do Santos foi Lucas Mugni, meio-campista de 20 anos de idade do Colón de Santa Fé, da Argentina. O único empecilho da negociação é o interesse justamente do Milan, que tem olheiros no futebol argentino e já busca o jogador para a sequência do Campeonato Italiano. A manifestação dos italianos fizeram com que o Santosdesistisse da contratação.

"Tem um jogador que me chama a atenção, jogou nesse Superclássico das Américas contra o Brasil, é o 10 do Colón (Mugni) . Só que tem o problema de ter 20 anos, aí vai bem uma vez, o mundo inteiro quer. A gente esqueceu esse jogador, porque o Milan tem interesse. É um jogador não vai durar até o final do ano no continente, pelo que a gente imagina", encerra Muricy, que tem o zagueiro Neto, ex-Guarani, como seu único reforço para a próxima temporada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.