Tirone assume responsabilidade por falhas mas diz que "não sabe onde errou"

Próximo das eleições do clube, mandatário também falou que não tem motivação para se candidatar

Gazeta |

Gazeta Press
Arnaldo Tirone, presidente do Palmeiras

O presidente Arnaldo Tirone ainda adota um discurso de esperança contra o rebaixamento, mas já reconhece que cometeu falhas em sua gestão no Palmeiras. Depois da derrota por 3 a 2 para o Fluminense, na tarde de domingo, o mandatário encontrou dificuldades para detectar precisamente quais foram os equívocos na administração do clube.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não sei onde errei, mas sempre tentei acertar. A responsabilidade é minha e temos ainda três jogos pela frente. Nós poderíamos ter feito 3 a 2, mas não conseguimos e perdemos para o campeão brasileiro. A questão é que o Fluminense jogou tranquilo, enquanto nós tínhamos um peso nas costas", avaliou.Tirone está próximo do fim de seu mandato e não decidiu se concorrerá à reeleição no pleito que será realizado no início de 2013, ainda com voto indireto, já que o próximo mandatário será escolhido pelos conselheiros.

"Hoje, domingo, não tenho motivação alguma (de se candidatar)", afirmou, deixando claro que se trata de uma opinião dada no momento de tristeza pela derrota para o Fluminense. O mandatário ainda tem a seu favor o título da Copa do Brasil deste ano e desconversou ao ser questionado se trocaria o troféu pela manutenção na Série A.

"Não troco porque já ganhamos o título, não tem como, foi o destino de Deus. E não me arrependo de nada. Quer dizer, só me arrependo por não ter feito um pouco mais. Há coisas que não dá para explicar", finalizou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG