Confira quais foram os personagens de mais um título brasileiro do Fluminense

iG analisa o elenco do time carioca e mostra os principais jogadores da conquista tricolor

iG São Paulo |

O Fluminense venceu o Palmeiras  por 3 a 2  neste domingo , em Presidente Prudente, e conquistou o quarto campeonato nacional da sua história - foi campeão brasileiro em 1984 e 2010, além do Robertão de 1970, reconhecido pela CBF. O título de 2012 veio com três rodadas de antecedência e contou com a incrível campanha de 22 vitórias, 10 empates e apenas três derrotas.

Qual foi o principal jogador do Fluminense campeão? Comente e deixe sua opinião

No total, 31 jogadores participaram do tetracampeonato tricolor. Alguns deles, inclusive, nem fazem mais parte do elenco, como Rafael Moura e Lanzini. Confira abaixo quem são os personagens de mais um título do Fluminense e suas respectivas importâncias para o time, classificados por estrelas.

★★★★★

Diego Cavalieri - 33 jogos
O goleiro foi um dos principais responsáveis pelo título do Fluminense, fechando o gol em diversas oportunidades e garantindo a equipe no campeonato. Ficou de fora em apenas dois jogos do Brasileirão.

Fred - 26 jogos
Artilheiro do time e do campeonato, o atacante brilhou na campanha do título. Comandou o Flu anotando 19 importantes gols e liderou os companheiros com a braçadeira de capitão.

Gum - 33 jogos
Não jogou apenas duas partidas e esteve presente em todas as outras. Fez dois gols na campanha vitoriosa do Fluminense e foi titular absoluto da melhor defesa do Brasileirão.

Jean - 33 jogos
Assim como Cavalieri, esteve ausente em apenas dois jogos do campeonato. Foi o "motorzinho" do meio de campo da equipe e ainda anotou dois importantes gols, nas vitórias apertadas sobre Palmeiras e Portuguesa.

★★★★


Deco - 16 jogos
As lesões atrapalharam a sequência do meio-campista na campanha do título, mas sempre que esteve em campo deu o costumeiro toque de qualidade. Com Deco, o time perdeu apenas uma vez.

Márcio Mercante / Agência O Dia
Thiago Neves, meia do Flu

Thiago Neves - 27 jogos
A eficiência marcou o ótimo campeonato do camisa 10, um dos destaques do Flu campeão. Marcou cinco gols e as boas atuações lhe renderam convocações para a seleção brasileira.

Wellington Nem - 27 jogos
Começou o campeonato como reserva, mas se transformou em titular e formou a poderosa dupla de ataque com Fred, anotando seis gols na competição. A sua velocidade e habilidade na perna esquerda foram determinantes para brilhar no time.

Rafael Sóbis - 19 jogos
Não era titular absoluto da equipe, mas sempre que entrou ou começou jogando foi fundamental, sendo o 12º jogador do Flu no Brasileirão. Anotou três gols, dois deles evitando derrotas.

Edinho - 31 jogos
O volante é homem de confiança de Abel Braga e esteve presente em quase todos os jogos da equipe - foi desfalque em apenas quatro partidas. A marcação na cabeça de área ajudou o time a ter a melhor defesa.

Carlinhos - 31 jogos
O lateral esquerdo esteve ausente em apenas quatro jogos da equipe no Brasileirão e foi muito bem na sua função, apoiando com qualidade e marcando com eficiência. Fez um gol na campanha.

★★★

Wagner - 29 jogos
Reserva imediato no meio de campo de criação, mas atuou bastante no Brasileiro, até por conta das muitas lesões de Deco. Se destacou nos jogos que participou e ajudou o Flu com um gol anotado.

Bruno Vieira - 25 jogos
Chegou ao Flu no começo do ano e tomou conta da lateral direita, se destacando principalmente na parte ofensiva. Muitos gols saíram de suas assistências e ainda também marcou um gol na competição.

Futura Press
Samuel, atacante do Fluminense

Samuel - 20 jogos
O jovem centroavante de apenas 21 anos de idade não se intimidou em ter que substituir o craque Fred em muitas oportunidades e ajudou o Flu com cinco gols importantes, todos garantindo vitórias da equipe.

Leandro Euzebio - 17 jogos
Mesmo tendo jogado menos do que esperava por conta de lesões, o zagueiro deu segurança à defesa do Flu quando atuou e ainda ajudou o time com três gols marcados.

Digão - 14 jogos
Assim como Leandro Euzébio, o defensor passou boa parte do torneio machucado e não foi titular absoluto. Quando atuou, foi muito eficiente na marcação e ainda fez dois gols.

Anderson - 11 jogos
Atuou bastante na primeira metade do Brasileirão, mas depois perdeu espaço no time titular e não jogou muito na reta final. Porém, o experiente zagueiro deu conta do recado quando precisou e fez um gol.

Diguinho - 12 jogos
O volante se recuperou de lesão no meio da competição e sempre foi reserva, entrando bastante no decorrer dos jogos. Sua experiência ajudou a equipe em partidas mais difíceis.

Wallace - 16 jogos
Jovem zagueiro de apenas 18 anos, mas de muita personalidade e qualidade. Fez 10 jogos como titular, quase todos no primeiro turno do Brasileiro.

★★

Marcos Júnior - 14 jogos
Foi titular apenas três vezes no campeonato e entrou no decorrer dos outros jogos para dar mais velocidade ao setor ofensivo. O rápido e jovem atacante fez um gol.

Matheus Carvalho - 8 jogos
O atacante foi bastante utilizado nos primeiros jogos do torneio, quando o Flu entrava em campo com um time misto por conta da Libertadores. Foi titular apenas uma vez.

Photocamera
Valencia, volante do Fluminense

Fábio Braga - 7 jogos
Com apenas 20 anos, o meia foi titular em dois jogos no Brasileirão e entrou em partidas já definidas para dar fôlego ao time. 

Valencia - 7 jogos
Titular do time nos anos anteriores, o volante colombiano viveu uma temporada de muitas lesões e perdeu espaço, sendo que começou jogando apenas duas vezes na campanha do Flu.

Carleto - 6 jogos
Apareceu cinco vezes como titular da lateral esquerda, principalmente nos primeiros jogos da competição. Como Carlinhos atuou bastante no torneio, Carleto foi apenas opção no banco. 

Lanzini - 6 jogos
A boa performance dos meias e atacantes durante toda competição ofuscou o habilidoso argentino, que atuou pouco no Brasileirão. Ele, inclusive, já nem está mais no elenco. Atualmente defende o River Plate. 

Higor - 6 jogos
O jovem meia-atacante brilhou na Copa SP e foi promovido aos profissionais neste ano. Não foi titular em nenhum jogo, mas quando entrou mudou o panorama das partidas.

Michael - 4 jogos
Tem apenas 19 anos de idade e entrou sempre no decorrer dos jogos, quando o Flu precisava atacar. Fez um gol, na derrota de 2 a 1 diante do Atlético-GO, em casa. 

Ricardo Berna - 2 jogos
Titular na campanha do título em 2010, o goleiro perdeu espaço com a chegada de Diego Cavalieri e só jogou quando o companheiro não estava apto. Mesmo assim, mostrou que está em forma nos dois únicos jogos que fez.

Rafael Moura - 3 jogos
Sem espaço com as muitas peças ofensivas da equipe e devido a uma lesão no tornozelo, jogou apenas três vezes e não marcou gol. Foi negociado com o Inter em agosto.

Rafinha - 1 jogo
O meio-campista é um jovem promissor e atuou apenas 12 minutos da estreia do Fluminense contra o Corinthians, em maio. Depois, foi relacionado em outra oportunidade, mas não entrou. 

Wellington Carvalho - 1 jogo
O zagueiro esteve presente em apenas uma partida, na estreia do Brasileirão quando o Flu não estava usando seus principais atletas por conta da Libertadores. Foi titular neste duelo.

Lucas Patinho - 1 jogo
Entrou no decorrer do duelo contra o Santos, na Vila Belmiro, atuou por 15 minutos e foi bastate elogiado por Abel Braga. Porém, foi negociado com o Sporting, de Portugal, na metade do ano.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: FluminenseBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG