Segundo a Folha de S. Paulo, valor corresponde a incentivos fiscais que serão usados para pagamento de impostos da Arena Corinthians

A Prefeitura de São Paulo aprovou uma quantia de R$ 160 milhões para auxiliar nas obras da Arena Corinthians. Segundo o jornal Folha de S. Paulo , o montante corresponde a incentivos fiscais que serão utilizados para pagar impostos ou negociados da Odebrecht com outras empresas.

Qual será o estádio mais bonitoa da Copa 2014? Deixe seu recado

A parcela liberada pelo governo corresponde a 38% dos R$ 420 milhões que a Prefeitura havia disponibilizado para o construtor do estádio, em 2011. A quantia seria o teto orçamentário que a empresa poderia utilizar como benefício fiscal durante o período de construção do estádio.

Estádio do Corinthians começou a ter sua cobertura montada neste mês. Final da obra é prevista para dezembro de 2013
Divulgação/Odebrecht
Estádio do Corinthians começou a ter sua cobertura montada neste mês. Final da obra é prevista para dezembro de 2013


Além dos incentivos fiscais, a obra corintiana também terá um empréstimo de R$ 400 milhões financiado pelo BNDES. O valor ainda está travado no banco e totalizaria o plano financeiro que a empreiteira havia estipulado para as obras. Ao todo, a Arena Corinthians será avaliada em R$ 820 milhões.

As obras no estádio alvinegro iniciaram há um ano e meio e teve o seu prazo inicial de entrega estipulado para dezembro de 2013. Contudo, o avanço nas construções deixou dirigentes esperançosos com relação a um possível adiantamento desta data. O certo é a ausência do local na Copa das Confederações e sua participação como palco de abertura da Copa 2014.

Veja fotos das obras dos estádios brasileiros para a Copa 2014:


* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.