Para goleiro, desatenções no começo dos jogos têm custado caro ao více-líder do Brasileiro, que não ganha fora de casa desde julho

Victor, goleiro do Atlético-MG
Divulgação/Atlético-MG
Victor, goleiro do Atlético-MG

Sem vencer fora de casa no Brasileiro desde julho, quando derrotou o Sport, na Ilha do Retiro, o Atlético-Mgprecisa acabar com a série de resultados ruins fora do Independência se quiser evitar o título antecipado do Fluminense. No domingo, o time vai encarar o Vasco, em São Januário, e o goleiro Victor tem a receita para que os atleticanos somem os três pontos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Resgatar aquilo que nos fazíamos no primeiro turno, manter a nossa organização. A gente tem pecado um pouco, principalmente fora de casa. Temos começado o jogo um pouco desligado, temos sofrido gols no inicio da partida, e isso, complica para você depois ter que correr atrás. Então, é começar mais atento, começar mais ligado. Nem acho que vínhamos jogando mal fora de casa, o grande ponto é que a bola não tem entrado", declarou.

Victor cobra paciência da equipe para explorar os pontos fracos do Vasco. "É trabalhar com paciência, ter paciência no jogo e ter inteligência porque o Vasco é uma equipe de qualidade, uma equipe que jogando em casa é muito forte, mas também temos que saber aproveitar os pontos falhos deles para tiramos proveitos e conseguirmos alcançar essa vitoria", disse.

O goleiro alvinegro afirma que a preocupação será somente no duelo contra o Vasco, sem pensar no que ocorre no confronto entre Fluminense e Palmeiras, jogo que interessa ao time mineiro. "É uma rodada onde muita coisa pode acontecer, mas temos que focar no nosso trabalho, focar na importância dessa partida, aquilo que ela representa para nós", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.