Flamengo anunciou nesta terça-feira que atacante não seguirá mais treinando no clube

Focando sua reeleição na presidência Flamengo, Patrícia Amorim fez uma festa para lançar oficialmente sua candidatura, em um restaurante na zona sul do Rio de Janeiro. Durante o evento, a mandatária rubro-negra preferiu evitar falar sobre os problemas com Adriano.

Acha que o Flamengo fez bem em dispensar Adriano? Opine

"Não tenho mais o que falar de Adriano. A missão foi cumprida. Se ele mesmo falou que não queria mais, uma pena. Temos que continuar. Temos outras coisas a serem feitas até o fim do ano. E estou aqui para trabalhar pelo direito de fazer isso nos próximos três anos também", disse.

Depois de ser derrotada em sua candidatura à câmara municipal do Rio de Janeiro, a atual presidente pretende mostrar sua força na Gávea e prometeu, em um possível segundo mandato ser mais ofensiva contra opositores.

"Vou ser mais agressiva nestes próximos três anos. Nunca tive medo dos críticos, apenas fui educada. Mas não recebi isso de volta, infelizmente. Então, não posso respeitar mais algumas pessoas", declarou.

Os outros candidatos que disputam a eleição presidencial no Flamengo são wallim Vasconcellos, Jorge Rodrigues, Ronaldo Gomlewski, Lysias Itapicurú e Maurício Souza Neto. A eleição acontece no dia 5 de dezembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.