Adriano encerra terceira passagem pelo Flamengo sem "volta por cima"

Sem entrar em campo, atacante foi dispensado pelo clube após pouco mais de dois meses e não cumpre meta que estabeleceu na apresentação

iG São Paulo | - Atualizada às

No último dia 21 de agosto, quando foi apresentado no Flamengo , Adriano deixou bem claro aquilo que tinha como objetivo em sua terceira passagem pelo clube: “Estou aqui para dar a volta por cima”. O atacante, no entanto, passou longe de atingir a meta que ele próprio estabeleceu. Nesta terça-feira, foi dispensado antes mesmo de entrar em campo .

Qual será o futuro de Adriano no futebol? Deixe seu comentário

Neste intervalo de tempo de pouco mais de dois meses, Adriano não conseguiu entrar em forma e faltou a diversos treinamentos. O episódio mais recente aconteceu na última semana, quando justificou sua ausência alegando “motivos pessoais”, mas acabou sendo flagrado em uma casa de shows.

Leia também: Adriano projeta recomeço em 2013 e espera voltar ao Flamengo

Não foi à toa que o diretor de futebol do clube, Zinho, classificou a permanência de Adriano como “inviável” ao anunciar a dispensa do jogador. “Depois de tudo que já tinha acontecido, fizemos de tudo para recuperá-lo. Nós já estamos muito desgastados”, disse.

No início de outubro, Zinho revelou ter tido uma conversa com Adriano na qual o atacante afirmou estar em dúvida se deveria continuar a carreira devido a problemas particulares. O episódio aconteceu logo após o jogador cometer sua terceira infração desde a assinatura do contrato, o que permitira ao clube rescindir o acordo. Isso acabou não acontecendo. “Eu, em decisão minha, quero acreditar que ele possa se recuperar”, afirmou Zinho na época.

Após o voto de confiança, Adriano continuou trabalhando no clube e chegou até a disputar um jogo-treino contra o Audax. Ele desperdiçou uma cobrança de pênalti na partida, que terminou com derrota do Flamengo. Com a sequência de treinos, havia a crença de que a volta do atacante aos gramados estava próxima.

“O Adriano está trabalhando forte, tem perdido peso com o tempo e pode ajudar o Flamengo no Brasileiro. Eu acredito que ele possa voltar ainda neste ano para ajudar o time”, afirmou Patrícia Amorim, presidente do clube, um dia após a vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o São Paulo , pela 32ª rodada do Brasileirão.

E mais:  Audiência sobre tiro envolvendo Adriano chega ao fim sem acordo

O retorno acabou não acontecendo. O pedido de dispensa na última semana já tinha deixado sua situação no clube complicada. A gota d’água foi a nota que ele divulgou na segunda-feira, quando disse que só voltaria a jogar em 2013 . O fato de não ter sido procurado para conversar antes da emissão do comunicado não foi bem recebido por Zinho. “O certo era ele vir ao clube e bater um papo comigo, com a direção. E então, juntos, anunciaríamos a decisão”, declarou.

A terceira passagem de Adriano pelo Flamengo não lembra em nada as duas primeiras, mas confirma a decadência pela qual a carreira do atacante atravessa. Antes do retorno ao clube carioca, teve passagens de pouco destaque pela Roma e pelo Corinthians. Na equipe da capital italiana, participou de apenas oito jogos durante a temporada 2010/11 e não fez nem um gol sequer. E em pouco menos de um ano pelo time de Parque São Jorge, disputou apenas sete partidas oficiais e balançou as redes duas vezes.

Em seu primeiro pronunciamento após o desligamento do Flamengo, Adriano afirmou que pretende resolver problemas pessoais para engatar um recomeço da carreira em 2013. Resta saber se, desta vez, o atacante vai atingir a meta que ele próprio estabeleceu.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: FlamengoAdrianoZinhoPatrícia Amorim

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG