Atacante faltou em mais um treino e presidente Patrícia Amorim deixou decisão sobre seu futuro a cargo do Departamento de Futebol

Adriano foi flagrado na balada na noite anterior a falta no Flamengo
Reprodução/Facebook/Agência O Dia
Adriano foi flagrado na balada na noite anterior a falta no Flamengo

O futuro de Adriano no Flamengo está nas mãos do diretor de futebol Zinho. Isto é o que afirmou a presidente Patrícia Amorim, que fez questão de ‘lavar suas mãos’ com relação ao atacante. Na última quinta-feira, o Imperador não compareceu a um treino, mais uma vez, foi advertido e pode estar de saída do time carioca, que pode anunciar o seu desligamento nesta terça-feira.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Zinho já conversou com o Adriano e, nesta terça-feira, nós divulgaremos o futuro dele”, disse a mandatária à TV CNT. O Flamengo trouxe o Adriano, deu a mão, cuidou do homem e do ser humano, mas não funcionou. Mas a decisão, porém, não virá lá de cima (da presidência), em cascata. Será do departamento de futebol em sintonia com o jogador”, acrescentou.

Após não comparecer no Ninho do Urubu na última quinta, Adriano, que alegou “motivos pessoais”, foi visto em uma casa de shows durante a madrugada de sexta. No palco do evento, o jogador de 30 anos afirmou que “ama a nação rubro-negra, o Flamengo e a favela”, lembrando-se de que “estaria na internet no dia seguinte”, em vídeo que foi divulgado através das redes sociais.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.