Luis Fabiano depende de aval de médicos para jogar na Sul-Americana

Jogador marcou o gol do São Paulo no empate com Fluminense no Brasileirão e pode ficar fora da partida da quarta-feira contra a Universidad de Chile

Gazeta |

Vipcomm
Luis Fabiano atuou no empate do São Paulo com o Fluminense no domingo no Morumbi

A presença de Luis Fabiano em um jogo da Copa Sul-americana é novamente incerta. Segundo o técnico Ney Franco, o centroavante só entrará em campo contra a Universidad de Chile, quarta-feira, no Pacaembu, se receber aval do departamento médico do São Paulo .

Luis Fabiano deve jogar a Sul-Americana? Deixe seu comentário

“O procedimento é o mesmo de antes. Vamos nos reapresentar na segunda-feira à tarde, e os médicos farão a reavaliação do atleta. Se ele se mostrar inteiro, jogará. Se não houver condição, a gente segurará para a partida contra o Grêmio”, disse Ney.

Leia mais: Luis Fabiano e Fred marcam no empate entre São Paulo e Fluminense

Ausente na vitória por 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-americana, quando o seu substituto Willian José marcou os dois gols do São Paulo, Luis Fabiano recebe cuidados especiais da comissão técnica em virtude de suas lesões recorrentes.

“Mas não é só com o Luis Fabiano”, ressalvou Ney Franco. “Analisamos todos os jogadores após as partidas. Isso é necessário”, complementou. No domingo, Luis Fabiano se mostrou bem fisicamente para ajudar o São Paulo a empatar por 1 a 1 com o Fluminense , líder do Brasileiro, no Morumbi. Ele anotou o gol de sua equipe ao tirar proveito de falha do zagueiro Gum edriblar o goleiro Diego Cavalieri no começo do segundo tempo. Fred, seu concorrente na disputa pela artilharia da competição, contou com erro de Rafael Toloi para igualar o placar.

“Luis Fabiano e Fred são os dois melhores centroavantes do Brasil. Isso está sendo comprovado em números. Quem viu o jogo entre São Paulo e Fluminense acompanhou grandes atuações desses atletas”, reverenciou Ney Franco. 

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG