Para o treinador, uma eventual renovação ou a saída definitiva do clube não é assunto para o delicado momento da equipe na competição

Com o emprego em risco pelos resultados aquém do esperado, Celso Roth usa poucas palavras para comentar a possibilidade de deixar o Cruzeiro antes da 38ª rodada do Campeonato Brasileiro . Para o treinador, uma eventual renovação ou a saída definitiva do clube não é assunto para o delicado momento da equipe na competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Só vamos conversar no fim do Campeonato. Eu estou trabalhando na perspectiva que a gente tem e por ter contrato com o Cruzeiro”, explicou Roth, que tem vínculo até 31 de dezembro de 2012.

Leia também:  Neymar dá show, marca três e Santos goleia Cruzeiro no Independência

Apesar do discurso vago, o treinador já admite a hipótese de cair antes do fim do ano, mas garante que não colocar o cargo à disposição. “Vou cumprir meu contrato até o final, a princípio. Espero continuar até o final do ano, mas a diretoria toma as decisões que quiser”, afirmou.

Veja ainda:  Cruzeiro reconhece falhas “vergonhosas” e superioridade do Santos

Marcelo Oliveira seria um dos alvos da diretoria cruzeirense para substituir Roth. Sobre esse assunto, o treinador preferiu não se alongar: “Absolutamente normal”, disse.

Com Roth, a campanha do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro é decepcionante. São 43 pontos conquistados em 34 partidas, com 12 vitórias, sete empates e 14 derrotas, o que deixa o time longe da disputa por uma vaga na Libertadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.