O Internacional, por sua vez, ainda sonha com uma vaga na Libertadores, mesmo que a distância até o São Paulo, quarto colocado, seja de sete pontos

Kieza é uma das armas do Náutico
Gazeta Press
Kieza é uma das armas do Náutico

Praticamente sem chances de ser rebaixado, o Náutico cumpriu seu primeiro objetivo neste Brasileirão, que é o de permanecer na elite nacional para 2013. Agora, a equipe tem cinco rodadas para atingir uma meta maior: disputar a Copa Sul-americana do ano que vem. Por isso, o Náutico deve adotar uma postura ofensiva neste domingo, quando recebe o desfalcado Internacional, no Estádio dos Aflitos.

“As chances de queda são mínimas, e não me preocupo mais com o rebaixamento. Está na hora de pensarmos na Sul-americana. Podemosmarcar história no Náutico. Os dois próximos jogos contra Internacional e Flamengo, ambos nos Aflitos, definirão a nossa participação. Eles serão decisivos. Será de extrema importância conseguirmos essa classificação. Os jogadores ficam mais valorizados, nosso trabalho é reconhecido e o clube ganha notoriedade no exterior”, projetou o técnico Alexandre Gallo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

As chances existem, e são boas. Terminando o Brasileiro entre os nove primeiros colocados, o Náutico assegura presença na Sul-Americana. Só não disputará o torneio se chegar às oitavas de final da Copa do Brasil do ano que vem. Atualmente, a distância para o nono colocado, o Cruzeiro, é de apenas um ponto. Já nesta rodada a equipe pernambucana pode terminar na faixa de classificação à competição continental.

Em relação ao time que empatou por 0 a 0 com o Santos na Vila Belmiro, a principal mudança é a volta de Felipe ao gol, no lugar de Gideão. O meia Martinez, com um incômodo na musculatura da coxa, não treinou na última quinta-feira, mas não preocupa para o confronto.

O Internacional, por sua vez, ainda sonha com uma vaga na Libertadores, mesmo que a distância até o São Paulo, quarto colocado, seja de sete pontos. Alheio às polêmicas jurídicas de sua conturbada vitória sobre o Palmeiras no último sábado, o elenco do Inter mantém o foco no complicado jogo deste fim de semana, em Recife.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O principal retorno ao time é o do centroavante Leandro Damião, recuperado de lesão muscular na coxa.Os problemas, porém, são muitos, e estão principalmente no meio e no ataque. Fred, D’Alessandro e Forlán receberão o terceiro cartão amarelo contra o Verdão e não poderão atuar. Dátolo e Dagoberto, lesionados, também ficam de fora. Assim, o técnico Fernandão deve adotar um esquema cauteloso, com três volantes (Ygor, Guiñazu e Josimar) e apenas um meia (Lucas Lima). No ataque, Cassiano forma dupla com Damião.

“É uma oportunidade que eu esperava há muito tempo. Substituir o D’Alessandro é uma responsabilidade enorme, mas estou preparado e tranquilo”, garante o meia Lucas Lima, que tem apenas três jogos como titular do Internacional neste Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X INTERNACIONAL

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Data: 4 de novembro de 2012, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Janette Mara Arcanjo (MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

NÁUTICO: Felipe; Patric, Alemão, Jean Rolt e Douglas Santos; Elicarlos, Martinez, Souza e Rhayner; Rogério e Kieza
Técnico: Alexandre Gallo

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kléber; Ygor, Guiñazu, Josimar e Lucas Lima; Cassiano e Leandro Damião
Técnico: Fernandão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.