Contra Botafogo, Palmeiras tenta dar passo para evitar rebaixamento

Comissão técnica do clube paulista planeja que rebaixamento será evitado se o time ganhar quatro das cinco partidas que restam

iG São Paulo * |

De acordo com os cálculos da comissão técnica, o Palmeiras precisa vencer quatro dos cinco jogos restantes no Campeonato Brasileiro para evitar o rebaixamento. Uma das cinco "decisões" que o time terá pela frente acontece às 17h (de Brasília) deste domingo, em Araraquara (interior de São Paulo), contra o Botafogo .

Futura Press
Barcos, esperança de gols do Palmeiras

Quem levará a melhor no confronto entre Palmeiras e Botafogo? Comente

“Nós nos preparamos com foco no Botafogo, sabemos que, de uma vez por todas, entramos em cinco decisões", afirmou o técnico Gilson Kleina. "Passa por esse jogo continuar sonhando e ficar vivo na competição para não depender de ninguém”, completou.

O time está a cinco pontos do Bahia, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, e deflagrou sua tensão na tentativa de anular a derrota para o Inter por conta de um gol de mão de Barcos invalidado. “Todos que vão enfrentar o Palmeiras falam em aproveitar o desespero. Tentamos tirar um pouco a pressão, mas no jogo acontecem situações que fogem da nossa alçada. Querendo ou não, o objetivo está no subconsciente”, comentou Kleina.

Se tenta trabalhar a parte psicológica, a equipe não terá muitas novidades. A única alteração é o retorno de Juninho à lateral esquerda no lugar de Leandro, vetado por lesão muscular. O resto da escalação é o mesmo que entrou em campo na derrota para o Inter. É a tentativa de passar confiança para se manter na primeira divisão.

Veja ainda:  Despreocupado, Kleina não sabe se Palmeiras oferecerá mala branca

“Se não atingirmos nossa meta, a missão ficará muito mais complicada e você, de repente, não tem mais o poder da missão. Por isso estamos mobilizados e trabalhando também a situação de equilíbrio emocional, não adianta nada além de futebol. Neste momento, precisamos também do apoio intenso do nosso torcedor”, pediu Kleina.

Para as duas equipes, um tropeço pode representar o fim da luta na competição. Inclusive para o Botafogo, que soma 50 pontos e está embalado por três vitórias consecutivas, mas só se alimenta de chances matemáticas de disputar a próxima Libertadores.

Marcelo Regua/Agência O Dia
Seedorf desfalca o Botafogo contra o Palmeiras

A matemática, porém, não é vista como uma aliada pelos botafoguenses, que evitam fazer as contas para não atrapalharem o desempenho dentro de campo. Por determinação do técnico Oswaldo de Oliveira a ordem é pensar em um jogo de cada vez, esquecendo a tabela de classificação e os jogos dos concorrentes diretos.

Leia também: Mesmo lesionado, Seedorf pede para viajar com grupo do Botafogo

“No momento, é realmente muito complicado, pois existem equipes de qualidade na nossa frente. Mas, se conseguirmos ganhar os jogos que nos restam, podemos pensar na conquista da vaga, já que outros times também podem ter os tropeços que tivemos antes. As dificuldades do campeonato acabam fazendo com que as equipes apresentem irregularidades e, portanto, podemos acreditar”, disse o meia Andrezinho.

Barcos vem tirando o sono do Botafogo: fez os dois gols na vitória palmeirense por 2 a 0, em Barueri, pelo confronto de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana, resultado fundamental para a eliminação botafoguense. Além disso, fez outros dois no primeiro turno do Brasileirão, no triunfo dos paulistas por 2 a 1 no Engenhão.

“Temos observando vídeos deles, da movimentação. Devemos pará-lo, marcá-lo ao máximo, porque é perigoso. O trabalho da defesa é complicado, não podemos deixar eles fazerem gols. O Barcos é bom jogador, mas não é só ele, é todo o time. O Palmeiras tem bons atacantes. Jogar na casa deles é difícil pela torcida, que vai pressionar”, disse o zagueiro Dória.

Na escalação, o Botafogo terá o importante desfalque de Seedorf, vetado por conta de uma lesão na coxa direita. Fellype Gabriel e Vítor Júnior disputam o posto do holandês, com maiores chances para o primeiro. O lateral direito Lucas, vítima de uma virose, é dúvida – caso não possa atuar, o volante Gabriel será improvisado no setor, com Jadson entrando no meio de campo.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS X BOTAFOGO
Local:
Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data: 4 de novembro de 2012, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Resende Cunha (GO)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Kléber Lúcio Gil (SC)
Assistentes adicionais: Adriano Milczvski e Leandro Junior Hermes (ambos do PR)

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Mauricio Ramos, Henrique e Juninho; João Denoni, Marcos Assunção, Wesley e Patrick Vieira; Luan e Barcos
Técnico: Gilson Kleina

BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas (Jadson), Antônio Carlos, Dória e Márcio Azevedo; Gabriel, Renato, Fellype Gabriel (Vítor Júnior), Andrezinho e Lodeiro; Bruno Mendes
Técnico: Oswaldo de Oliveira

*Com Gazeta

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: PalmeirasBotafogoBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG