Ney Franco se diz satisfeito por números, mas ainda cobra evolução

Técnico do São Paulo elogia o bom desempenho da equipe, mas ainda cobra regularidade nas partidas

Gazeta |

Não é porque o São Paulo vem bem simultaneamente na Copa Sul-americana e no Campeonato Brasileiro que o técnico Ney Franco se dá por satisfeito. O treinador entende que sua equipe ainda carece de ajustes. Como exemplo, cita a queda de rendimento do primeiro para o segundo tempo nos últimos jogos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Vipcomm
Ney Franco está satisfeito com o desempenho do São Paulo desde que chegou ao time

"Nosso time ainda oscila durante a partida. Temos inclusive definido alguns jogos no primeiro tempo, mas depois oscilamos no segundo. Não que eu peça para o time jogar atrás. Isso é uma questão de jogar com a mesma intensidade", identifica.

Leia mais: Ney Franco se chateia por críticas: "A gente sabe quando é maldade"

"São temas a serem corrigidos a partir da próxima temporada. O time se mostrou legal em termos de números, mas pode evoluir muito técnica e taticamente ainda", completa o treinador, confiante em fazer uma boa preparação na pré-temporada de 2013, possivelmente de olho na disputa da Copa Libertadores.

Confira ainda: Luis Fabiano será titular. Paulo Miranda depende de treino para jogar

Os números, de fato, são bons. O São Paulo tem a segunda melhor campanha da segunda metade do Campeonato Brasileiro, com apenas três pontos a menos do que o líder Fluminense (adversário deste domingo, no Morumbi). Mas em vantagem no número de gols sofridos. Em 14 rodadas, o goleiro Rogério Ceni foi vazado somente oito vezes. O time tem também o segundo melhor ataque do turno.Nos últimos 12 jogos da temporada, incluindo três pela Copa Sul-americana, a equipe venceu oito e só perdeu um – 1 a 0 para o Flamengo, há duas semanas, quando Luis Fabiano desperdiçou cobrança de pênalti. O ótimo aproveitamento dentro de campo reflete no bom ambiente do vestiário e dos treinos no CT da Barra Funda.

"Além de a equipe pegar confiança, isso cria um meio favorável para os atletas virem treinar. Temos que ficar atentos o tempo todo a isso, para que não haja desequilíbrio de harmonia no grupo. No momento em que passamos por um momento de desunião, conseguimos reverter essa situação", conclui Ney Franco, que recentemente contornou polêmica com Rogério Ceni.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: ney francosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG