Joinville vence o vice-líder Criciúma e ainda sonha com o acesso

Com o resultado, o Joinville passou a somar 56 pontos, na sexta posição – o quarto colocado Atlético-PR tem 65

Gazeta |

O Joinville segue vivo na briga pelas quatro primeiras colocações da Série B do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, a equipe dirigida por Marcelo Serrano repetiu a vitória do primeiro turno no duelo regional com o vice-líder Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse: 3 a 2 desta vez, com gols de Glaydson, Willian e Marcinho. Lins e Zé Carlos (de pênalti) descontaram.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com o resultado, o Joinville passou a somar 56 pontos, na sexta posição – o quarto colocado Atlético-PR tem 65. Por sua vez, o Criciúma permaneceu na vice-liderança, com 68, atrás do Goiás (70). As duas equipes voltarão a campo na terça-feira, contra equipes paulistas: o JEC receberá o Guaratinguetá, enquanto o Criciúma jogará novamente em casa diante do São Caetano.

O Criciúma aproveitou justamente o fato de ser mandante, com grande apoio de sua torcida, para pressionar o Joinville nos primeiros minutos do jogo deste fim de semana. A estratégia não surtiu efeito, deixando os donos da casa expostos defensivamente. Aos 11 minutos, Glaydson recebeu cruzamento de Marcinho e chutou rasteiro, de primeira. A bola desviou no meio do caminho e entrou.

Com calor intenso no Heriberto Hülse, os dois times não chegaram a criar grandes oportunidadesde gol até o intervalo. O clima era quente também entre os jogadores. Aos 39 minutos, Marlon e Jaílton se desentenderam depois de uma disputa de bola no meio-campo, e o árbitro Sandro Meira Ricci não hesitou em expulsar os atletas de Criciúma e Joinville.

No segundo tempo, o time mandante voltou ao ataque sob os gritos do auxiliar Sílvio Criciúma – que substituiu Paulo Comelli, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por invadir o campo contra o Ceará, pela 28ª rodada da Série B. Aos 12 minutos, o gol de empate. Válber cruzou da esquerda, e Lins subiu livre de marcação para cabecear para a rede.

Quando o Criciúma passaria que controlaria as ações, com a sua torcida em êxtase, o Joinville se impôs. Aos 18, Willian carregou a bola da esquerda para o meio e concluiu firme, da entrada da área, para conferir. Dez minutos depois, Marcinho completou um cruzamento forte da esquerda para o gol, praticamente sacramentando o resultado positivo.Mais ainda houve tempo para o Criciúma reagir. Zé Carlos invadiu a área, tentou o drible e acabou derrubado por Glaydson. Ele mesmo cobrou, aos 41, e deu a última alegria para os torcedores do Tigre na partida.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: JoinvilleCriciúmaSérie B 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG