Com gol no fim, Grêmio vence a Ponte Preta e encosta no Atlético-MG

Vitória por 1 a 0 dentro de casa coloca o time gaúcho a um ponto dos mineiros, que ocupam a vice-liderança do Brasileirão

iG São Paulo * | - Atualizada às

O Grêmio deixou de ganhar algumas partidas neste Campeonato Brasileiro por entregar o empate nos instantes finais dos jogos. Desta vez, porém, a história se inverteu: depois de uma partida muito difícil e truncada, conquistou a vitória sobre a Ponte Preta por 1 a 0, com gol do centroavante André Lima aos 44 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o time gaúcho vai a 63 pontos, um atrás do vice-líder Atlético-MG.

O que achou da vitória do Grêmio sobre a Ponte Preta? Comente

O primeiro tempo viu um Grêmio que esbarrou na marcação do time de Campinas. Foram da Ponte quase todas as chances reais de gol dos 45 minutos iniciais. Na etapa final, a equipe gaúcha ensaiava uma pressão, mas perdeu o lateral Júlio César, expulso, aos 24. Mas o time de Campinas não soube aproveitar a vantagem numérica, piorou depois disso e sofreu um gol na bola parada, quase nos acréscimos, para delírio dos torcedores.

BRASILEIRÃO:  Neymar dá show, marca três e Santos goleia Cruzeiro no Independência

Agora, o Grêmio terá folga de uma semana, uma raridade em meio à maratona que tem vivido, com jogos do Brasileirão intercalados com da Copa Sul-Americana. Na próxima rodada, a equipe receberá a visita do São Paulo, concorrente direto na tabela. Já a Ponte Preta jogará em casa contra o Internacional. Ambos os jogos ocorrem no domingo.

O jogo
Com mais de 40 mil pessoas no Olímpico, o Grêmio tentou exercer pressão no início da partida. Aos dois minutos, Zé Roberto lançou Marcelo Moreno na cara do gol, mas Roberto deixou a meta, impediu a conclusão e mandou a escanteio. Parecia o início de uma grande pressão, mas o time da casa só chegou com perigo mais uma única vez, aos 18, quando Leandro cruzou e Moreno por pouco não concluiu para o gol.

Veja fotos da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro

De resto, só deu Ponte Preta no primeiro tempo. O time de Campinas marcou muito bem o Grêmio, correu poucos riscos e criou várias chances de perigo, e não apenas em contra-ataques. Aos 13, Cléber subiu mais que a defesa gaúcha em cobrança do escanteio e cabeceou por cima. Aos 19, em rápido contragolpe, Luan tocou para Roger, que chutou para defesa de Marcelo Grohe. No minuto seguinte, Naldo impediu chute de Wendel Santos dentro da área, salvando a equipe da casa.

Sentindo falta do dinamismo de Elano, o Grêmio insistiu demais pelo lado direito, mas não conseguia levar perigo. A Ponte, ao contrário, era bem mais incisiva. Aos 27, Nikão recebeu de Luan, puxou para a perna esquerda e chutou raspando o travessão. Aos 33, a zaga gremista saiu jogando mal e Roger entrou na cara do gol, mas o chute, de bico, saiu pela linha de fundo.

No finzinho, mais uma chegada do time paulista. Após ótimo contra-ataque da Ponte, João Paulo cruzou para Wendel Santos, que tentou pegar de primeira mas chutou errado. No lance, o lateral gremista Anderson Pico fraturou o dedo mínimo da mão esquerda, deixando o campo para a entrada de Júlio César.

Na etapa final, a Ponte Preta diminuiu um pouco o ímpeto, apostando mais nos contra-ataques, mas ainda marcava muito bem. O Grêmio levou perigo aos 12, quando Zé Roberto cruzou e Júlio César chegou batendo por cima. A seguir, atendendo a apelos da torcida, Vanderlei Luxemburgo colocou Elano, tirando de campo o volante Fernando.

Com uma formação mais ofensiva, o Grêmio passou a ocupar cada vez mais o campo adversário. Aos 21, em cobrança de escanteio, o zagueiro Cléber tentou cortar e quase fez gol contra. Com André Lima no lugar de Leandro, a bola aérea cada vez mais virava uma opção. Aos 24, porém, Luxa perdeu Júlio César, expulso, por matar contra-ataque puxado por Rildo com uma entrada violenta.

No final o jogo ficou franco. Aos 42, após uma sequência de escanteios, Elano cruzou e o goleiro Roberto tirou na hora que Marcelo Moreno chegava para marcar. No contra-ataque puxado por Marcinho, Rildo concluiu para defesa de Marcelo Grohe no chão. Aos 44, a insistência gremista deu resultado: Zé Roberto cobrou escanteio fechado no primeiro pau, André Lima ganhou do goleiro por cima e fez 1 a 0, para explosão dos 40.760 torcedores no Olímpico.

FICHA TÉCNICA - GRÊMIO 1 x 0 PONTE PRETA
Local:
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 3 de novembro de 2012, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público: 40.760 (21.833 pagantes)
Renda: R$ 577.215,00
Cartões amarelos: Werley e Marco Antônio (Grêmio); Luan e Renê Júnior (Ponte Preta)
Cartão vermelho: Júlio César (Grêmio)
Gol: GRÊMIO: André Lima, aos 45 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Naldo, Werley e Anderson Pico (Júlio César); Fernando (Elano), Souza, Marco Antônio e Zé Roberto; Leandro (André Lima) e Marcelo Moreno.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

PONTE PRETA: Roberto; Tiago Alves, Cléber, Ferron e João Paulo; Baraka, Wendel Santos, Renê Júnior e Nikão (Marcinho); Luan (Rildo) e Roger (Giancarlo).
Técnico: Guto Ferreira

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: GrêmioPonte PretaBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG