Por "final maravilhosa", Ralf pede foco no primeiro jogo do Mundial

Para enfrentar o Chelsea em uma final, a equipe de Parque São Jorge terá que despachar ou o Auckland City, ou o campeão do Campeonato Japonês ou o vencedor da Copa da África

Gazeta |

RAFAEL NEDDERMEYER/Marca Brasil
Ralf ainda não pensa no Chelsea

O Chelsea é o principal, e talvez o único, adversário que pode acabar com o sonho do Corinthians , que quer ser bicampeão do mundo. O cruzamento entre os dois times na decisão do Mundial de Clubes da Fifa, porém, só ocorrerá caso o time paulista, assim como os ingleses, passe pelas semifinais.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

“Nós nem falamos sobre o Chelsea. Falamos, principalmente, sobre o primeiro jogo. Só iremos encará-los se passarmos pelo primeiro jogo, que é de suma importância, fazendo um bom papel. O Chelsea vem depois. Mas seria uma final maravilhosa”, admitiu o volante Ralf.

Para enfrentar os Blues, a equipe de Parque São Jorge terá que despachar ou o Auckland City, da Nova Zelândia, ou o campeão do Campeonato Japonês, ainda em andamento, ou o vencedor da Copa da África (Espérance e Al-Ahly fazem a final). Este primeiro jogo está marcado para dia 12 de dezembro, às 8h30 (de Brasília), no Estádio Toyota, no Japão.

Em preparação para o torneio no Japão, Ralf encarou com naturalidade a decisão de Tite de escalar força máxima nesta reta final do Campeonato Brasileiro."O Tite e o pessoal da preparação física são muito inteligentes. Eles têm um trabalho muito elaborado para isto e sabem quem está bem. Se tiver que colocar todo mundo para jogar ou não, cabe a eles, ao Tite e ao pessoal definirem da melhor maneira possível", declarou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: corinthiansmundial de clubes da fifa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG