Willian José faz dois gols, São Paulo bate La U e fica perto da semifinal

O placar de 2 a 0 foi construído rapidamente pelo clube do Morumbi, com gols aos oito e aos 18 minutos do primeiro tempo

Gazeta | - Atualizada às

AP
Willian José provoca a torcida chilena

O São Paulo garantiu um resultado fabuloso na noite desta quarta-feira, em Santiago, diante da Universidad de Chile. Sem Luis Fabiano, quem resolveu foi o contestado Willian José, que anotou dois gols e definiu a vitória por 2 a 0, deixando bem encaminhada a classificação para a semifinal da Copa Sul-americana.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com contrato por vencer e tentando convencer a diretoria de que merece continuar, o atacante de 20 anos vem sendo vaiado ultimamente nos jogos no Morumbi. Mas é uma aposta particular do técnico Ney Franco e correspondeu depois de vencer a disputa com Ademilson para substituir Luis Fabiano, que não viajou por conta de dores musculares.

O placar foi construído rapidamente, com gols aos oito e aos 18 minutos. Pouco depois, a vitória foi facilitada devido à expulsão de Mena. O defensor bobeou em tentativa de recuo para o goleiro e precisou fazer falta em Osvaldo para impedir que ele partisse ao gol com liberdade. Por ser o último homem da zaga, acabou expulso.

A partida de volta será disputada na quarta-feira que vem. Em função da realização de um show da cantora norte-americana Lady Gaga no Morumbi, o São Paulo mandará o jogo no Pacaembu. Pelo triunfo desta noite, o time brasileiro pode avançar de fase até com derrota por um gol de diferença.

Leia mais:  Para Rogério Ceni, Copa Sul-Americana é "caminho mais difícil, mas gostoso"

Para a Universidad de Chile, o resultado é péssimo. Além de ver sua invencibilidade no Estádio Nacional cair depois de 19 vitórias e seis empates, o time de Santiago precisará vencer por três gols de diferença para não ser eliminado depois de entrar direto nas oitavas de final. Outra possibilidade é devolver o 2 a 0 e disputar a vaga nos pênaltis.

Pela quarta vez seguida em cinco jogos na competição, o São Paulo não teve Luis Fabiano. O atacante, artilheiro da temporada mesmo com recorrentes lesões, deu lugar a Willian José. Outro desfalque foi Paulo Miranda. O zagueiro sofreu entorse no joelho esquerdo e devolveu a lateral direita a Douglas, antigo titular.

O jogo

Logo aos oito minutos, o substituto de Luis Fabiano balançou a rede. Lançado na entrada da área, ele deu um leve toque na bola e chutou firme, de perna esquerda. Jhonny Herrera, conhecido no Brasil por ter sido goleiro do Corinthians, tentou a defesa, mas não alcançou a bola.

Naquele momento, Willian José já se tornara artilheiro isolado do São Paulo no torneio, com dois gols, porém ele ainda faria mais um dez minutos depois. O meia-atacante Lucas recebeu bom passe na direita, após arrancada de Wellington pelo meio-campo, e atrasou bola para o meio da área. Willian José só completou para a rede.

A dificuldade vivida até então pelo time da casa aumentaria a partir dos 25 minutos. Mena, escalado atrás pelo técnico Jorge Sampaoli para formar uma linha de quatro em vez de uma retaguarda com três zagueiros, bobeu em tentativa de recuo e viu Osvaldo tomar a bola. O defensor então precisou derrubar o atacante com falta e, por se tratar de uma situação de gol, foi expulso.

Apesar do golpe, La U seguiu até o intervalo sem alterações e subindo ao campo de ataque. Mesmo sem chances claras de vazar a meta defendida por Rogério Ceni, a equipe chilena gerou preocupação e três cartões amarelos para o São Paulo: Cortez, Rhodolfo e Lucas. O lateral esquerdo, a propósito, foi substituído por Maicon no intervalo por esse motivo.

A segunda modificação de Ney Franco também foi cautelosa. Aos 15 minutos do segundo tempo, depois de Ceni ser obrigado a fazer três boas defesas (duas após cabeceio e uma em arremate de fora da área), o treinador são-paulino sacou o armador Jadson para a entrada do zagueiro Edson Silva.

A posse de bola brasileira, que já não era a mesma desde a metade do primeiro tempo, diminuiu ainda mais. La U continuou em cima nos minutos que se seguiram, sem oferecer boas oportunidades de contragolpe, mas não teve força ofensiva suficiente para furar a marcação visitante e diminuir o prejuízo para a partida de volta.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD DE CHILE 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Nacional de Chile, em Santiago (CHI)
Data: 31 de outubro de 2012 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Martín Vázquez (URU)
Assistentes: Miguel Nievas (URU) e Marcelo Costa (URU)
Cartões amarelos: Rojas (Universidad de Chile); Cortez, Rhodolfo, Lucas, Douglas, Wellington (São Paulo)
Cartão vermelho: Mena (Universidad de Chile)
Gols:  Willian José aos oito e aos 18 minutos do primeiro tempo

UNIVERSIDAD DE CHILE: Johnny Herrera; Albert Acevedo, Osvaldo González e José Rojas e Eugenio Mena; Charles Aránguiz, Sebastián Martínez (Guillermo Marino) e Gustavo Lorenzetti (Matías Rodríguez); Sebastián Ubilla, Roberto Cereceda (Duma) e Enzo Gutiérrez
Técnico: Jorge Sampaoli

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez (Maicon); Wellington, Denilson e Jadson (Edson Silva); Lucas, Osvaldo (Ademilson) e Willian José
Técnico: Ney Franco

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: São PauloCopa Sul-AmericanaWillian José

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG