Para o meia, Sandro Meira Ricci foi uma espécie de protagonista negativo do clássico entre Atlético-MG e Flamengo

Ronaldinho tenta jogada ofensiva contra o Fla
João Godinho/O Tempo/Agência O Dia
Ronaldinho tenta jogada ofensiva contra o Fla

O Atlético-MG poderia ter vencido o Flamengo e encostado um pouco mais no líder Fluminense nessa quarta-feira, se o árbitro Sandro Meira Ricci tivesse marcado pênalti em Ronaldinho Gaúcho, no momento que a partida estava 0 a 0. Essa é a opinião de R49, que afirmou que a igualdade por 1 a 1 foi frustrante para as pretensões alvinegras.

E MAIS: Cuca dispara contra arbitragem e reclama de "pênalti escandaloso" 

“Empate com gosto de frustração. A gente planeja uma situação de jogo, que era fazer um gol no início, com um ritmo muito forte. Tem um pênalti, e o árbitro não viu. Isso acaba indignando e frustrando todo mundo”, declarou.

Para Ronaldinho, Sandro Meira Ricci foi uma espécie de protagonista negativo do clássico entre dois grandes rivais do futebol brasileiro. Segundo ele, o planejamento do Galo era sair de campo com os três pontos, mas a arbitragem influenciou de forma decisiva na partida, deixando um sentimento de frustração.

“Frustrante porque a gente tinha o planejamento de sair com a vitória. Por um erro que não é de nenhuma das duas equipes, você acaba atrapalhando o clássico”, disse Ronaldinho, que vê a possibilidade de título para o Atlético-MG ficar distante. “Já tinham uma grande vantagem e a gente tentou diminuir”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.