Presidente do Palmeiras admite erros em contratações durante a temporada

Arnaldo Tirone afirma ainda que decisão da saída do treinador Luiz Felipe Scolari durante o Campeonato Brasileiro foi de "comum acordo"

iG São Paulo | - Atualizada às

Gazeta Press
Tirone diz que saída de Felipão foi decidida em comum acordo

Algumas das contratações que o Palmeiras realizou ao longo do ano de 2012 não foram boas e acabaram contribuindo bastante para a situação delicada que o time se encontra no Campeonato Brasileiro . Foi isso o que admitiu nesta quinta-feira o presidente do clube, Arnaldo Tirone.

As contratações foram determinantes para a crise no Palmeiras? Comente

“Nós erramos no planejamento de contratações", afirmou Tirone durante participação no programa Arena SporTV . "Algumas delas não surtiram o efeito que a gente esperava. Pode ter sido um erro da minha gestão”, completou.

Tirone também foi questionado sobre a saída de Luiz Felipe Scolari. O treinador foi demitido em setembro , após a derrota por 3 a 1 para o Vasco, que aconteceu pouco mais de dois meses depois da conquista da Copa do Brasil .

E mais:  Kleina confirma que jogo do Palmeiras contra o Flu será em Presidente Prudente

“Foi uma conversa de comum acordo", afirmou o presidente palmeirense. "Vou ser bem sincero. No fim do Paulistão, tive uma conversa com ele. Falei que ele podia dizer, com a experiência dele de campeão do mundo, se acreditava em um bom trabalho. Ele estava otimista. Apesar de chateado com a eliminação, acreditava naquele momento no trabalho para a Copa do Brasil. Mais tarde, depois do jogo do Vasco, vimos que precisávamos tomar outra atitude. Eu e o Felipão tivemos a mesma linha de pensamento. Aí, foi feito um acordo para encerrar o trabalho”, explicou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG