Neymar revela intimidação e pede diálogo com os árbitros

Atacante santista se diz chateado com a arbitragem nas últimas partidas e citou intimidação de juiz

iG São Paulo * |

Praticamente todos os clubes que disputam o Campeonato Brasileiro deste ano já reclamaram, seja qual for a razão, das arbitragens da Série A. Em 2012, o índice de lances polêmicos e erros têm irritado jogadores, técnicos e dirigentes. Indagado sobre o desempenho da arbitragem no Brasileirão, o atacante Neymar deu a sua opinião sobre o assunto e revelou um episódio sofrido recentemente por ele mesmo, em um jogo do Santos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Neymar tenta passar no meio de dois marcadores do Náutico

“Errar é o humano, independentemente de ser o árbitro ou o jogador em questão.Todo mundo erra. Agora, fiquei muito chateado em uma das últimas partidas, em que eu tive um problema. Eu estava com a bola, indo para cima do adversário e tentando o drible, mas o juiz, que estava do meu lado, ficava me ‘intimando’. Ele falava: ‘Fica em pé’. Eu toquei a bola e perguntei por que ele estava falando isso. Não acho certo. É chato acontecer uma coisa dessas”, desabafou o atacante.

Leia mais:  Neymar vê Messi como o melhor, e brinca: “Imagina ele aqui?"

Sem revelar qual foi o confronto em que esse incidente foi registrado ou até mesmo a identidade do árbitro em questão, Neymar acredita que alguns juízes tentam se impor de maneira errada, intimidando os atletas.

“Não tinha falado isso para ninguém ainda, porque é algo muito chato. Fiquei triste. Ele não estava me deixando jogar tranquilo. Então quer dizer que eu simulo? Vocês (jornalistas) sabem que eu sou leve e, às vezes, caio para me proteger, para me prevenir e não me machucar. Não quero simular nada”, ponderou o camisa 11 do Peixe, que constantemente é acusado por oponentes e torcidas rivais de ser “cai-cai”, termo utilizado para jogadores que abusam das quedas no gramado, tentando enganar a arbitragem.

No ponto de vista de Neymar, o futebol brasileiro irá ganhar bastante caso os jogadores e os árbitros tenham maior diálogo entre eles, durante os jogos. “Tem alguns árbitros que são meio ‘durões’, querem demonstrar poder e acabam abusando, não te dão ‘bola’. Futebol é muito diálogo, independentemente de quem está apitando ou do jogador. Agora, se não tiver essa conversa entre os dois lados, não vamos nos acertar nunca. Até entre homem e mulher é assim. Só desta maneira a gente vai começar a se entender. Com diálogo, eu acredito que as coisas devem melhorar muito”, encerrou.

*Com Gazeta

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: neymarsantos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG