Jogadores exaltam ponto e dedicação por “manto sagrado” do Flamengo

Com 41 pontos, o Flamengo termina a 33ª rodada na 14ª posição, separado por oito pontos da zona de rebaixamento.

Gazeta |

Por jogar fora de casa e ter um jogador a menos desde o primeiro tempo, o Flamengo saiu satisfeito de campo com o um ponto conquistado nesta quinta, diante do Atlético-MG, no empate por 1 a 1 com direito a bola de Ronaldinho Gaúcho na trave nos últimos minutos.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Renato Santos destacou a dificuldade da partida no Independência e comemorou o resultado. “Nofutebol, hoje, só se dá valor a um ponto quando o jogo é difícil. E esse jogo foi difícil”, declarou o zagueiro, contratado junto ao Avaí no fim de setembro e titular absoluto com Dorival Júnior.

Leia mais:  Flamengo empata com o Atlético-MG e deixa o Fluminense perto do título


Autor do gol que abriu o placar e deixou o Flamengo na frente por cerca de 30 minutos, Renato Abreu também elogiou a postura da equipe, fazendo justiça à camisa rubro-negra. “Todo mundo batalhou, se entregou. Muitas dores, pancadas, jogo forte. E tem que se orgulhar porque a gente está vestindo o manto sagrado”, disse o camisa 11.

Veja também:  Zinho não esconde orgulho após empate: “Isso é Flamengo”

Na opinião de Vágner Love, a expulsão do volante Wellington Silva, aos 42 minutos de jogo, por falta em Bernard, foi o que mais exigiu superação do time “Quando tem um jogador a menos, temos que correr e nos dedicar. Quando não faço gol, eu quero ajudar de alguma forma. E hoje eu procurei correr bastante. Foi a maneira que encontrei”, apontou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG