Cuca dispara contra arbitragem e reclama de "pênalti escandaloso" em Ronaldinho

"Eu não posso ficar quieto e vir aqui e não falar", disse o técnico do Atlético-MG após o péssimo empate contra o Flamengo, no Independência

Gazeta |

O técnico Cuca reconheceu os méritos do Flamengo por ter segurado o resultado de empate contra o Atlético-MG dentro do Independência, mas disparou contra a arbitragem de Sandro Meira Ricci. Na visão do treinador alvinegro, o árbitro não teria marcado um pênalti escandaloso em cima de Ronaldinho Gaúcho, o que poderia ter mudado a história do jogo.

E MAIS: Jogadores do Atlético-MG admitem empate ruim, mas não jogam a toalha

"O Ronaldo falou que foi o pênalti mais escandaloso que ele sofreu na carreira. Absurdamente pênalti, e isso define jogo. Eu não posso ficar quieto e vir aqui e não falar, por que é uma coisa absurda. Se faz um 1 a 0, o Flamengo vai ter que sair para o jogo, e não vai fazer a retranca que fez o jogo inteiro, mesmo com 11, defendendo da metade, da metade do meio-campo para trás, amarando o jogo", disparou.

O empate em Minas Gerais foi justo? Comente a notícia e deixe seu recado

Para o técnico Cuca, Sandro Meira Ricci é um bom juiz, mas que sabe amarrar um jogo, como aconteceu nesta quarta-feira. Segundo o comandante do Galo, o excesso de faltas marcadas e a permissão para que os atletas do Flamengo retardassem a partida também prejudicou o Atlético-MG.

VEJA: Flamengo empata com o Atlético-MG e deixa o Fluminense perto do título

"Ele é bom juiz e sabe amarrar uma partida como ninguém. O Flamengo teve um chute no gol, não teve dois, foi um chute no gol, méritos deles. No mais, eles se defenderam, em um direito que eles acharam que deveriam jogar. Fomos infelizes, a bola deu na trave, mas tentamos jogar. Se uma equipe tentou jogar fomos nós", analisou.

CONFIRA: Dorival contesta atitude dos árbitros: "Para onde o futebol está indo?"

Questionado sobre as chances do Atlético-MG de chegar ao título após o empate contra o Flamengo, Cuca afirmou que vai continuar lutando. "Foi uma partida tensa, em que o Atlético-MG procurou jogar e jogou, dentro do possível. Ainda temos chances e vamos lutar até o final", declarou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: CucaAtlético-MGRonaldinho GaúchoBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG