Lateral da seleção argentina é acusado de agredir vizinho em La Plata

Rojo quebrou uma garrafa na cabeça de Juan Pablo Gómez no dia 7 de novembro de 2010

EFE |

EFE

A Bola/Reprodução
Marcos Rojo, lateral da Argentina e do Sporting

O lateral Marcos Rojo, do Sporting, de Portugal, e da seleção argentina, vai ter que prestar esclarecimentos sobre uma suposta agressão contra um vizinho, que teria ocorrido em La Plata. Segundo a denúncia na justiça da cidade argentina, Rojo quebrou uma garrafa na cabeça de Juan Pablo Gómez no dia 7 de novembro de 2010, durante uma reunião familiar e de vizinhos. Na época o lateral ainda era jogador do Estudiantes.

Os médicos legistas determinaram que Gómez sofreu "lesões em seu rosto, corpo e antebraço" e, de acordo com algumas testemunhas, o jogador também enfrentou pessoas que tentaram defender o vizinho.

O defensor da equipe lisboeta acaba de ser convocado pelo técnico Alejandro Sabella para o próximo amistoso da Argentina, que contra a Arábia Saudita, no próximo dia 14 de novembro, em Riad.

Rojo deverá se apresentar na próxima quarta-feira ao Tribunal de La Plata, e se for condenado, pode pegar uma pena de 1 a 6 meses de prisão. 

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Futebol MundialArgentinaPortugalMarcos RojoSporting

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG