Torcida pelo Flamengo contra Atlético-MG divide opiniões no Fluminense

Tropeço do clube mineiro contra o rival carioca deixaria a equipe das Laranjeiras com nove pontos de vantagem na liderança

iG São Paulo * |

Vipcomm
Vágner Love comemora gol na vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG no primeiro turno

O Fluminense não vai entrar em campo, mas vai ficar muito atento ao que vai acontecer neste meio de semana pelo Campeonato Brasileiro . Líder com nove pontos de vantagem para o Atlético-MG, colocará uma mão na taça em caso de tropeço do time mineiro, que vai receber o Flamengo na quarta-feira, no Independência. Para isso, teria de torcer por um triunfo do rival, algo que tem dividido tanto a torcida como os jogadores.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Independentemente do que acontecer na partida desta quarta-feira, seja qual for o resultado, o Fluminense vai continuar como líder do Campeonato Brasileiro e dependendo das suas próprias forças para conquistar o título. Portanto, mesmo com essa dependência de um bom resultado do Flamengo para que a nossa distância fique folgada, a nossa preocupação deve ser mesmo com o nosso resultado", disse o zagueiro Leandro Euzébio em entrevista à Rádio Tupi , do Rio de Janeiro.

O atacante Wellington Nem fez coro. "O Fluminense precisa focar nos seus próprios jogos. Se os resultados ajudarem, ótimo, mas a nossa maior preocupação tem que ser mesmo com os nossos próprios jogos, disse o jogador.

Leia também: "Agora vale tudo", diz Carlinhos sobre jogo contra o São Paulo

Carlinhos, por sua vez, surge como uma voz destoante ao acreditar que os torcedores do Fluminense deverão mesmo estar na torcida pelo Flamengo, apesar de não gostarem de admitir publicamente. "O torcedor não quer admitir isso publicamente, mas por dentro está torcendo sim pelo rival. O sentimento de todos, inclusive o meu, é o de que a prioridade é o Fluminense ser o campeão", analisou o lateral esquerdo.

O Fluminense volta a campo pelo Campeonato Brasileiro somente no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), quando visita o São Paulo no Morumbi, em São Paulo, pela 34ª rodada. O técnico Abel Braga só vai definir a equipe para este duelo nos últimos treinamentos da semana, mas ele já sabe que não poderá contar com o meia Deco. O brasileiro naturalizado português sofreu um estiramento muscular na coxa direita na vitória de 2 a 1 sobre o Coritiba e corre o risco de não poder mais jogar em 2013.

O reserva imediato de Deco, Wagner, que também se recupera de um estiramento na coxa direita, vem reclamando ainda de dores na região do púbis e também pode ser vetado. Neste caso, Abel tem a opção de colocar Rafael Sóbis no time ou de optar por um esquema um pouco mais cauteloso, promovendo a entrada de Diguinho ou do colombiano Valencia.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG