Tite elogia Chelsea, mas avisa que time inglês "não assusta”

Atual campeão da Liga dos Campeões e possível adversário do Corinthians na final do Mundial de Clubes tem sido observado pelo treinador

Gazeta |

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Tite, técnico do Corinthians

Possível adversário do Corinthians na final do Mundial de Clubes da Fifa, o Chelsea tem sido observado por Tite. Nesta terça-feira, o técnico afirmou que acompanhou a derrota por 3 a 2 dos atuais vencedores da Liga dos Campeões diante do Manchester United, no último domingo, pelo Campeonato Inglês. Ele elogiou a equipe comandada por Roberto Di Matteo, mas descartou temer o adversário.

O Corinthians tem motivos para temer o Chelsea? Deixe seu comentário

"Foi um baita jogo. Infelizmente, teve interferência determinante da arbitragem. A linha de três jogadores no meio-campo do Chelsea é bastante criativa, mantém só um pivô na frente e tem um volante que fica. Uma linha de quatro montada, com um volante que fica mais preso", afirmou Tite, em entrevista no CT Joaquim Grava, lembrando o gol do mexicano Javier Hernández, que estava em posição de impedimento.

Leia também: Mesmo sem dúvidas, Tite mantém mistério sobre time do Mundial

Apesar de analisar de maneira positiva os atletas do time inglês, Tite reiterou que não sente medo do rival, que lidera o campeonato de seus país, com 22 pontos (sete vitórias, um empate e uma derrota). "Futebol não assusta nada, nem daqui para lá, nem de lá para cá. Nem em lugar nenhum", encerrou.

Para enfrentar o Chelsea na decisão do torneio, o Corinthians deverá triunfar na semifinal, fase em que medirá forças com Auckland City (Nova Zelândia), ou o campeão japonês ou o vencedor da Liga dos Campeões da África, ainda indefinidos, dia 12 de dezembro, em Toyota (Japão). Já o time inglês duela com quem levar a melhor no embate entre Monterrey (México) e o detentor do troféu da Liga dos Campeões da Ásia.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG