Mesmo com gols na final, Emerson descarta “vaga cativa” no Mundial

Jogadores e comissão técnica insistem que ataque corintiano para o Mundial de CLubesainda não está definido

Gazeta |

Gazeta Press
O atacante Emerson Sheik é um dos favoritos para ficar com uma vaga de titular no Corinthians

O atacante Emerson marcou dois gols na final da Copa Libertadores e saiu da competição como o herói da conquista do Corinthians, mas ainda não tem vaga garantida na equipe titular para a disputa do Mundial de Clubes. Atrapalhado por lesões e também por suspensão desde o fim do torneio continental, o Sheik acredita que precisará correr para convencer Tite a mantê-lo na formação inicial.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Estão brincando? Não tem isso (de lugar garantido). Foi assim no Brasileirão e na Libertadores, quando ninguém tinha vaga assegurada no time. O Tite deixa bem claro que quem estiver em um momento tecnicamente melhor vai jogar", afirmou.Emerson chegou ao Corinthians em maio do ano passado, quando o treinador gaúcho já estava no comando da equipe. Por conta do período de convivência, o atacante constatou que os gols na final contra o Boca Juniors podem não ser suficientes para colocá-lo em vantagem na briga pela posição.

"Estou no Corinthians há bastante tempo e sei que esta é a postura do Tite, independentemente do nome do jogador e do que fez. Ninguém tem cadeira cativa", salientou o atleta, que se recupera de lesão no joelho direito.

Tite já admitiu que só tem dúvida no setor ofensivo para a disputa do Mundial de Clubes. O comandante ainda não decidiu se escalará a equipe com um ou dois meias: Douglas e Danilo são as opções.

Como não definiu a armação das jogadas, também deixou o mistério entre dois ou três atacantes: Emerson Sheik, Jorge Henrique, Romarinho, Guerrero e Martínez são as principais alternativas.

Além disso, o treinador ainda estuda se coloca apenas atacantes rápidos ou se aposta na entrada de seu único pivô, que é o peruano Guerrero. Apesar da cautela, Emerson dificilmente ficará fora, mas prefere não dar palpite sobre quais seriam os colegas ideais. "O que eu quero é jogar", desconversou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG