Roberto Carlos relembra conselhos a Mano e pede para Neymar 'só jogar'

Ex-lateral diz que atual técnico da seleção pediu ajuda a ele e Ronaldo nos tempos de Corinthians. Dirigente do Anzhi, da Rússia, deu conselho a Neymar

iG São Paulo |

Getty Images
Roberto Carlos agora é dirigente

Aposentado dos gramados desde agosto de 2011, quando assumiu um posto de dirigente do Anzhi Makhachkala, na Rússia, Roberto Carlos relembrou nesta segunda-feira os tempos de Corinthians . O ex-lateral jogou no clube em 2010, quando atuou ao lado de Ronaldo sob o comando do técnico Mano Menezes.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Segundo o jogador, titular da seleção brasileira nas Copas de 98, 2002 e 2006, Mano de fato pavimentou no Corinthians o caminho que o levou à seleção brasileira. "Não foram Roberto Carlos e Ronaldo que colocaram o Mano na seleção, mas ele é que soube lidar muito bem com aquela situação de trabalhar com jogadores de renome no Corinthians. Lembro que, de cara, ele nos procurou e foi sincero: disse que precisava da nossa ajuda para trabalhar. A partir dali, do começo, tudo funcionou", disse Roberto, em entrevista ao site da Fifa.

Com tanta experiência nas costas, o campeão do Mundo na Copa de 2002 também tratou das expectativas ao redor de Neymar para o Mundial de 2014, no Brasil. Segundo Roberto Carlos, o craque do Santos não pode se preocupar em liderar a seleção brasileira. "O Neymar tem que só jogar futebol e não se preocupar em liderar nada", disse taxativo. "Mas o Mano sabe disso e não vai passar a responsabilidade de liderar para o Neymar. Isso quem vai fazer é o Thiago Silva, o Kaká..."

Enquanto trabalha como dirigente do milionário Anzhi, Roberto se prepara de olho na carreira que tem em vista: a de treinador. "Agora, no final de 2012, devo tirar a minha licença de treinador. É legal ser diretor e assumir essas responsabilidades, mas o meu negócio é mesmo estar ao lado do campo. É isso que quero", disse, à Fifa.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: roberto carlosmano menezesseleção brasileiracorinthiansneymaranzhirússiaFifa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG