Barcos alega que sofreu pênalti no lance do gol de mão e nega intenção

Atacante palmeirense marcou gol com a mão na derrota para o Inter e o lance foi anulado pelo árbitro, após suposta interferência de repórteres. Palmeiras pediu a anulação da partida

iG São Paulo * |

Gazeta Press
Jogadores do Palmeiras reclamam da anulação do gol de Barcos

Barcos admite que usou sua mão para desviar a bola para o gol em lance invalidado na derrota para o Inter, no sábado. O argentino, porém, nega ter adotado a irregularidade intencionalmente, e ainda argumenta: a decisão correta do árbitro seria marcar pênalti cometido por Índio naquele lance.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"É claro que coloquei a mão na bola, mas fui puxado na área. Pulei para ir com a cabeça, mas fui com a mão porque fui puxado, a bola bateu e entrou", disse o atacante, concordando com a tentativa de anulação do jogo. "É perfeito o que faz o Palmeiras. Se não vale gol de mão, o justo seria a marcação do pênalti."

Leia mais: Palmeiras entra com pedido para anulação da partida contra o Inter

Nas imagens da televisão, é possível ver Índio, que se desentendeu com o camisa 9 do Palmeiras durante toda a partida, agarrando o centroavante com os dois braços, mantendo-se assim a ponto de atrapalhar o artilheiro até ao partir para comemorar o gol.

Confira ainda: Árbitro de Inter x Palmeiras diz em súmula que nada de anormal aconteceu em jogo

"É bem claro que o Índio me puxa. Mas, como foi gol, ninguém se recorda disso. E ainda menos quando é com o Palmeiras", acusou Barcos, bastante irritado com a anulação de seu gol, que celebrou colocando uma mão no olho e esticando o outro braço, como um pirata, seu apelido - cinco minutos depois, era marcada sua infração, embora sem ele ter recebido cartão amarelo.

"Se deu gol, é gol, não tem que perguntar lá fora. Se vamos aos fatos, é pênalti e não tenho que tomar cartão", insistiu, reforçando que não teve a intenção de dar uma ‘cortada’ na bola. "Bati com as costas da mão. Se fosse pensado, a bola pegaria na parte da frente. Não foi algo pensado."

*Com Gazeta

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: barcospalmeiras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG