Em jogo polêmico, Juventus bate Catania e segue invicta na ponta do Italiano

Catania teve um gol legal anulado após o juiz consultar os colegas, enquanto a Juve teve um gol impedido validado

Gazeta |

Mesmo sem ser brilhante, a Juventus venceu o Catania, por 1 a 0, na manhã deste domingo, no Estádio Angelo Massimino, em Catânia (Itália), pela nona rodada do Campeonato Italiano. Em um jogo marcado por polêmicas com a arbitragem, Vidal marcou o único gol dos visitantes, que seguem na liderança. Já os mandantes estacionaram no meio da tabela.

Veja fotos da rodada deste domingo no futebol europeu:


Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O time da casa sai insatisfeito com dois lances capitais. O primeiro deles foi um gol legal a seu favor que, inicialmente foi validado pelo árbitro, mas foi anulado após o juiz consultar seus colegas. O segundo foi o gol da Juventus, que saiu após Vucinic receber a bola em posição irregular na grande área, chutar sobre o goleiro e Vidal completar para as redes.

Fique por dentro do futebol italiano no blog Tripletta

Com 25 pontos e a liderança do Nacional, o time de Turim, na próxima quarta-feira, às 10 horas (de Brasília), receberá o Bologna, na Juventus Arena. Enquanto isto, no mesmo horário, o Catania, sétimo colocado, com 11 tentos, tentará a reabilitação contra a Udinese, no Estádio Friulli, em Údine.

O jogo
No primeiro tempo, a Juventus, como de costume, trocou passes no seu campo ofensivo, valorizando a posse de bola. Logo aos dois minutos, em cobrança de falta, Pirlo, que foi o responsável por toda a criação do seu time, rolou para Vidal, que soltou uma bomba e obrigou Andújar, destaque da equipe mandante, a fazer uma boa defesa.

FUTEBOL ITALIANO:  Com Pato apagado, Shaarawy marca gol que afasta Milan da zona de rebaixamento

Getty Images
Catania não saiu satisfeito com o desempenho da arbitragem em partida contra a Juventus

Mesmo assim, foi o Catania que balançou a rede adversária pela primeira vez: aos 25 minutos, Bergessio pegou rebote de Buffon na grande área e só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. No entanto, o árbitro, após conversas com os seus colegas, resolveu anular o tento, alegando impedimento do jogador.

Depois deste lance, os jogadores do Catania se irritaram e reclamaram muito com o juiz, deixando o jogo nervoso. Antes de o apito soar, Andújar foi protagonista em três oportunidades, em chute de Pogba de fora da área, em cabeçada de Vucinic e em chute de Pirlo de dentro da área, como todos estes lances salvos por ótimas defesas.

Leia mais notícias sobre futebol italiano

Já o início da etapa complementar ficou marcado pelo baixo ritmo dos dois times. Mas, aos 11 minutos, Vucinic deu lindo passe em profundidade para Bendtner, que, em posição duvidosa, chutou e viu Andújar salvar. Na sobra, Vidal abriu o placar no Estádio Angelo Massimino, dando um maior tom de polêmica ao encontro.

A situação do Catania piorou quando, aos 21 minutos, Marchese, que já tinha recebido o cartão amarelo, colocou a mão na bola e foi expulso de campo. Logo no lance seguinte, Pirlo, em cobrança de falta, lançou para a cabeça de Pogba, que testou firme e só não ampliou para a Velha Senhora porque Andújar, bem colocado, encaixou a bola.

Sem forças para reagir, o time do Catania tentou sair para o jogo, mas, sem objetividade, inspiração e eficiência no ataque, ficou exposto aos contra-ataques, que não foram aproveitados pela Juve. Andújar ainda salvou os mandantes em mais duas oportunidades, mas as chances de gol pararam por aí.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: CataniaJuventusfutebol mundialitália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG