À disposição, Luis Fabiano prefere se poupar para "final" diante do líder

São Paulo joga nesta quarta-feira pela Sul-Americana, fora de casa, mas o atacante disse que seria ideal ficar de fora para encarar o Fluminense pelo Brasileirão, no fim de semana

Gazeta |

O centroavante Luis Fabiano não quer enfrentar a Universidad de Chile na quarta-feira, fora de casa, pela Copa Sul-americana. Ainda sem perfeitas condições físicas, o jogador prefere se poupar para a partida contra o Fluminense, líder do Campeonato Brasileiro, no domingo de 4 de novembro - que julga mais importante.

E MAIS: Sem fazer gols, Luis Fabiano se satisfaz com assistências em vitória

"Gostaria muito de estar em condições de jogar contra o Fluminense, pois é uma final para mim", definiu Luis Fabiano. "Estou à disposição para a Sul-americana, mas, sinceramente, ainda não seria o ideal. Venho de um pequeno edema. O melhor seria ter uma recuperação maior", analisou.

Vipcomm
Luís Fabiano, atacante do São Paulo

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O técnico Ney Franco se omitiu em relação à utilização de Luis Fabiano na quarta-feira. Segundo ele, a decisão está a cargo do departamento médico do São Paulo. "Se os médicos perceberem que ele não tem condições de jogo ou ficarem em dúvida, seguraremos o atleta para o confronto com o Fluminense", disse.

Existe uma chance de Luis Fabiano estar em campo com a Universidad de Chile - basta ele querer. "Se o atleta se mostrar confiante, levaremos para o jogo automaticamente", avisou Ney Franco.

O meia-atacante Lucas, ao contrário do amigo Luis Fabiano, não pensa em ficar fora da partida do meio de semana. "Estou à disposição, claro. Eu me sinto inteiro. Não me machuquei. Continuo pronto para ajudar a equipe", sorriu. "A escalação só depende do treinador Ney Franco", ponderou o jogador, autor de três gols na vitória por 4 a 2 sobre o Sport , sábado, na Ilha do Retiro.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG