Time paranaense derrotou o Guaratinguetá por 3 a 0 e voltou a ocupar um lugar na zona de acesso à primeira divisão nacional

O Atlético-PR sofreu com bolas na trave, calor, ansiedade e gols perdidos, mas conseguiu uma boa vitória por 3 a 0 diante do Guaratinguetá, no Eco Estádio Janguito Malucelli, voltando a ocupar um lugar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O lateral Wellington Saci acredita que o placar poderia ter sido mais elástico pelas chances desperdiçadas, mas destacou o trabalho do setor ofensivo.

O JOGO:  Atlético-PR passa pelo Guaratinguetá e retorna à zona do acesso

"A equipe fez um excelente primeiro tempo e perdeu inúmeras oportunidades. E se perdemos é porque criamos. Agora tem uma semana cheia de trabalho", disse o jogador, que projetou o duelo do próximo sábado, diante do São Caetano.

"É pensar no São Caetano, que será uma verdadeira final de Copa do Mundo para nós. Esse é o jogo. O adversário que está brigando com a gente. A briga está grande e vamos buscar a vitória", emendou.

Substituto de Cleberson, lesionado, o zagueiro Luiz Alberto aproveitou para exaltar a força do grupo, que tem suportado bem a pressão da reta final. "É um momento em que a equipe está crescendo e temos que continuar assim. A temporada não acabou e estamos no momento mais importante da competição. Estamos fazendo nosso papel e, quando for solicitado para entrar, vamos jogar a altura e continuar fazendo a mesma coisa", garantiu.

Quem deixou sua marcar mais uma vez foi o Paulo Baier, que entrou no final da partida e teve tempo para marcar um gol com oportunismo. Agora, é pensar no time do ABC paulista. "Estou podendo ajudar e isso é o mais importante. Não tem jogo fácil, é tudo complicado. Vencemos bem e voltamos para o G4. É competência, trabalho e profissionalismo. Quando estamos de bem com a vida, a bola vem, ela tem um imã. Agora essa semana vai ser de treino, focado nesse jogo", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.