Superada a “obsessão”, corintianos esperam pressão menor no Mundial

Torcida deve "invadir" o Japão, mas pressão por título será menor do que na Libertadores, dizem jogadores

Gazeta |

Gazeta Press
Presidente do Corinthians Mário Gobbi abraça a Taça da Libertadores no Memorial do time

A torcida do Corinthians já se movimenta para o Mundial de Clubes e promete uma ‘invasão’ ao Japão, com a expectativa de presença de até 15 mil alvinegros. Porém, o elenco campeão da América prevê uma cobrança menor do que a sofrida durante a disputa da Copa Libertadores da América.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Tinha um peso maior, pois era uma competição que o clube esperava há muito tempo. Todo mundo na rua só falava em Libertadores. Era uma obsessão, mas passou e agora teremos novos desafios. Vai ter pressão também pelo Mundial e estaremos preparados, mas na Libertadores foi muito grande", avaliou o goleiro Cássio.

Leia mais: Corinthians comemora quatro anos do retorno à Série A

A própria diretoria alvinegra tinha a preocupação em avisar que o torneio continental não poderia ser tratado como uma obsessão, mas os apelos não surtiram efeito. A Fiel estava obcecada pela competição, que foi vencida de forma inédita e invicta pelo Corinthians.Com a experiência de ter disputado Libertadores também pelo São Paulo, o lateral esquerdo Fábio Santos reforça o discurso de Cássio e acha que nunca mais sentirá uma cobrança tão grande.

"Acho que não vou passar em lugar nenhum e dificilmente algum atleta vai presenciar uma pressão como a que existia para ganharmos a Libertadores. Era bem maior", comparou.

Veja também: Cássio elogia renovação de Tite e dá méritos à diretoria

Apesar da exigência menor por parte da Fiel, Fábio Santos explica que está consciente da importância de levantar o troféu também no Japão, onde enfrentará os outros campeões continentais.

"A ansiedade está bem melhor do que quando acabou a Libertadores, porque havia um longo período até o Mundial. Aquela etapa passou e podemos focar no torneio agora. Sabemos da responsabilidade e da valorização que teremos se o Corinthians vencer esse campeonato. Estamos conscientes da importância da preparação", concluiu.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG