Ponte vence o Cruzeiro e praticamente alcança pontuação para ficar na Série A

Com o triunfo, a Ponte Preta alcança a meta de 43 pontos estipulada pela comissão técnica

Gazeta | - Atualizada às

Atuando de forma agressiva, a Ponte Preta conseguiu impor o ritmo de jogo e venceu o Cruzeiro por 1 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Moisés Lucarelli. O time de Campinas não deixou o Cruzeiro jogar e foi superior durante quase toda a partida.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O gol do jogo foi anotado pelo avante Roger, que aproveitou cruzamento de Luan, e de cabeça mandou para as redes. Com o triunfo, a Ponte Preta alcança a meta estipulada pela comissão técnica, chega aos 43 pontos e praticamente se livra de vez do perigo de cair para a Série B. No Cruzeiro, o revés deixa o time estacionado nos mesmos 43 pontos, na nona colocação, superando a Ponte nos critérios de desempate.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá compromisso contra o Santos, jogo marcado para o próximo dia 03 de novembro, na volta da Raposa ao estádio Independência, após cumprir suspensão de perda de mando de campo, imposta pelo STJD. Já a Ponte Preta terá um dia a mais de preparação para visitar o Grêmio, no estádio Olímpico.

Gazeta Press
Roger comemora gol da Ponte Preta contra o Cruzeiro


O jogo

A torcida da Ponte ainda se acomodava nas arquibancadas do Moisés Lucarelli, mas Ponte Preta não quis saber de esperar e quase abriu o marcador com Cicinho. O detalhe do lance ficou por conta da reposição de bola do goleiro Edson Bastos e da jogada individual de Luan, que deu assistência para Cicinho, que obrigou Fábio a fazer excelente defesa.

Após o lance de perigo, a partida apresentou um cenário com a Ponte Preta tendo o domínio da posse de bola, contra um Cruzeiro bem cauteloso, marcando muito e apostando nas jogadas de contra-ataque. A primeira chegada do Cruzeiro só aconteceu, aos 14, com o zagueiro Rafael Donato desviando cobrança de escanteio.

Melhor no jogo, os donos da casa exploraram em excesso a velocidade do atacante Luan, que deu muito trabalho pelos lados do campo, inclusive, evitando que os laterais da equipe mineira apoiassem o ataque. Com isso, o time do técnico Celso Roth teve dificuldades na saída de bola. Souza que substituiu o argentino Montillo não conseguiu dar dinamismo ao Cruzeiro.

Trocando passes com eficiência, a equipe Campinas chegou a envolver os celestes em alguns momentos, mas pecou na hora do arremate final. Foi assim com Cicinho, que demorou a concluir uma boa trama ofensiva e permitiu que a zaga aliviasse o perigo. Aos 33, a Ponte chegou ao gol com uma cabeçada de Roger, que desviou cruzamento de Luan para voltar a marcar e acabar com o jejum de gols, que perseguia o avante.

A vantagem no placar não impediu que a Ponte Preta continuasse pressionando os cruzeirenses, que arriscaram algumas tentativas ofensivas, mas sem muito brilho. Na volta para o segundo tempo, o técnico Celso Roth resolveu sacar Souza para entrada do velocista Fabinho, que voltou a atuar depois de passar um bom tempo em tratamento de lesão.

No segundo tempo, a Ponte diminuiu o ritmo dos primeiros 45 minutos, permitindo o crescimento dos cruzeirenses no jogo. Os visitantes, no entanto, voltaram a apresentar os mesmo erros de jornadas anteriores, como a falta de criação no meio-campo. Sem um jogador para corrigir o problema, Celso Roth decidiu apostar na velocidade com Elber na vaga do volante Marcelo Oliveira.

Sem deslumbrar melhor sorte no jogo, o treinador do time mineiro usou peças do banco, esbravejou bastante e procurou orientar os comandados, mas o resultado dentro e campo não apareceu, o que deixou Celso Roth com semblante de desanimo em alguns lances.

Aos 25, o Cruzeiro finalmente chegou com perigo com Wellington Paulista, que finalizou cruzado, para a boa defesa de Edson Bastos, no rebote, Fabinho teve nova oportunidade, mas arrematou errado para o gol. Após os 30 minutos, o panorama da partida sofreu uma inversão, com os donos da casa administrando a vantagem, e os visitantes tentando pressionar, mas o marcador não foi alterado.

Confira as fotos dos jogos desta quinta-feira:


FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 25 de outubro de 2012 (quinta-feira)
Horário: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Tatiana Jacques de Freitas (RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Cartões amarelos: (Ponte Preta) Cicinho, Marcinho, Uendel e Edson Bastos (Cruzeiro) Thiago Carvalho e Fabinho

Gol:
Ponte Preta: Roger, aos 33 minutos do primeiro tempo

PONTE PRETA: Edson Bastos, Tiago Alves, Ferron, Cléber e João Paulo (Marcinho); Xaves, Wendel Santos, Cicinho e Nikão (Uendel); Luan (Rildo) e Roger
Técnico:Guto Ferreira

CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Thiago Carvalho, Rafael Donato e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira (Elber), Charles e Souza (Fabinho); Martinuccio (Wellington Paulista) e Anselmo Ramon
Técnico: Celso Roth


    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Ponte PretaCruzeiroBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG