Ney Franco diz que redefiniu papel de Ceni em reunião sem lengalenga

Técnico disse que não ficou fantasiando ou criando fantasmas em conversa após polêmica com goleiro. Ceni pediu entrada de Cícero no jogo e técnico não gostou da atitude

Gazeta |

Vipcomm
Ney Franco diz que definiu papeis e se entendeu com elenco do São Paulo

O técnico Ney Franco convocou o elenco do São Paulo para uma conversa na quinta-feira. Entre os temas discutidos, ele abordou a polêmica com Rogério Ceni, que pediu a entrada de Cícero na partida contra o LDU de Loja pela Sul-Americana . Segundo Ney Franco, o tema foi resolvido em cinco minutos. 

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Tivemos uma reunião proveitosa, da qual o grupo saiu ainda mais fechado. Esse tópico foi abordado muito objetivamente, nada de lengalenga", iniciou o treinador, um dia depois de o goleiro também ter concedido entrevista para falar do assunto .

Leia também:  Ceni admite interferência em decisão de Ney, mas diz que respeita a hierarquia

"Não fiquei fantasiando história ou criando fantasma. Queria redefinir o papel de cada um no nosso trabalho. Meu papel, o papel dos jogadores, da comissão técnica, do preparador físico, dos médicos, da assessoria de imprensa, dos diretores. Queria deixar isso muito bem especificado e consegui", reforçou.

Desentendimento entre jogador e técnico não é inédito no esporte. Relembre

O atrito se deu porque Ceni queria que Ney Franco colocasse Cícero em campo, na quarta-feira. O treinador não atendeu ao pedido do capitão e substituiu Ademilson por Willian José. Ao fim do jogo, desaprovou publicamente a atitude do jogador. Nesta sexta, ratificou que é aberto ao diálogo e à troca de experiência, porém não aceitará interferência durante as partidas.

Veja a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

"Independentemente do episódio, isso não vai mudar na minha carreira. É um método vencedor que não tem porque não dar certo aqui", argumentou, ressaltando que não tem medo de ser demitido. "Não tenho preocupação nenhuma em perder emprego. Sei muito bem qual minha função. No momento em que um entra na área do outro, começa a haver problema".

Ainda mais fechado depois da conversa, segundo Ney Franco, o time volta a campo às 16 horas (de Brasília) deste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, diante do Sport, no Recife. O São Paulo é o quarto colocado, com cinco pontos de vantagem para o Vasco, primeiro time fora do G-4.

Veja vídeo da entrevista de Rogério Ceni comentando a polêmica com treinador:


    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: ney francosão paulorogério cenibrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG