Coritiba lamenta erros que custaram um resultado melhor diante do Fluminense

A queda diante do Fluminense interrompeu a sequência de seis jogos sem derrota do time paranaense no Campeonato Brasileiro

Gazeta |

A sequência de seis partidas sem derrota do Coritiba no Campeonato Brasileiro foi interrompida nesta quinta-feira com a queda diante do Fluminense, por 2 a 1 , no Estádio Engenhão. O resultado atrapalha o Coritiba na classificação, mas não o deixa ameaçado pela degola, já que a luta agora é por vaga na Sul-Americana. Como consolo, a boa impressão deixada com uma postura aguerrida, que quase complicou a vida do líder da competição.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O volante William, mesmo com o resultado negativo, destacou a boa apresentação do Coritiba no Rio de Janeiro e acredita que, para a noite fazer jus ao que foi mostrado, falou balançar mais as redes do adversário. “Faltou o gol. O primeiro gol deles foi num erro nosso, não foi em criação deles. Mas tenho certeza que criamos mais do que eles e poderíamos ter saído de campo com outro resultado”, avaliou.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Alguns erros pontuais, tanto na defesa, como o passe errado de Deivid que gerou o gol de Wellington Nem, como no ataque, com gols perdidos, foram determinantes, segundo o volante Gil, para a derrota coxa-branca. “Nossa equipe vacilou em alguns aspectos, mas agora passou. Vamos pensar no próximo jogo. Só que ficou aquele gostinho de que poderíamos ter arrancado pelo menos o empate aqui”, disse.


O jogo marcou a volta do zagueiro Pereira, que entrou na segunda etapa e também teve chance de fazer o gol de empate, e admite que faltou ao time competência nas conclusões. “Nós criamos algumas oportunidades, umas duas só no primeiro tempo. E o Fluminense é muito eficiente, quando eles criam , concluem mesmo. Jogamos de igual para igual e por alguns detalhes não conseguimos o empate”, analisou o defensor.

Leia mais:  Fluminense segura pressão no fim, bate o Coritiba e fica mais perto do título

O meia Lincoln fez a mesma leitura da partida e, principalmente pela etapa final, viu o empate como o resultado ideal. “Nosso time joga, toca a bola, e principalmente no segundo tempo a posse de bola foi maior de nossa equipe. Em minha opinião, o resultado de empate foi mais justo. No todo fizemos um jogo de igual para igual”, finalizou.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: CoritibaBrasileirão 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG