Revoltada com a quarta derrota consecutiva da equipe, a torcida vascaína passou a incentivar o Inter nesta quarta-feira com gritos de olé e a chamar a equipe vascaína de "sem-vergonha"

Após a derrota por 2 a 1 do Vasco para o Internacional que impediu que a equipe se aproximasse do G-4, o atacante Éder Luís criticou a postura da torcida. O jogador afirmou que está difícil jogar até mesmo como mandante.

E MAIS:  Com dois de Forlán, Inter vence o Vasco de virada em São Januário

Torcida do Vasco protesta contra o presidente Roberto Dinamite
André Mourão / Agência O Dia
Torcida do Vasco protesta contra o presidente Roberto Dinamite

"Tem sido difícil jogar dentro de casa, acho que o desgaste está muito grande. Jogadores com condições de jogar não estão conseguindo. Lamentável, não esperávamos torcedores gritando contra seu time", lamentou o atacante.

CONFIRA: Para Juninho, falta de confiança preocupa mais do que situação do time

Revoltada com a quarta derrota consecutiva da equipe, a torcida vascaína passou a incentivar a equipe gaúcha com gritos de olé e a chamar a equipe vascaína de "sem-vergonha". Além disso, os torcedores exibiam faixas de protesto contra o presidente Roberto Dinamite.

O Vasco se classifica para a Libertadores? Comente a notícia e deixe seu recado

O Cruz-maltino soma 50 pontos na quinta posição do Campeonato Brasileiro. No sábado, às 16h20 (de Brasília), a equipe carioca visita o Corinthians pela 33ª rodada da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.