Após bater de frente com Ceni, Ney Franco ganha parabéns de Leão

Emerson Leão, demitido do São Caetano nesta quinta, elogiou a atitude do treinador do São Paulo no atrito com o goleiro Rogério Ceni

iG São Paulo * |

Gazeta Press
Demitido do São Caetano nesta quinta, Leão elogiou a atitude do técnico do São Paulo

Centro das atenções do São Paulo no fraco empate em 0 a 0 com a LDU de Loja , nesta quarta, o entrave entre o técnico Ney Franco e o goleiro Rogério Ceni , que pedia a entrada de Cícero no lugar de Ademilson, foi o grande destaque da partida no Morumbi. Ex-técnico são-paulino, Emerson Leão parabeniza o atual treinador por bater de frente com o capitão tricolor, grande líder do elenco.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Gostaria de dar os parabéns para o treinador do São Paulo pelas palavras. Ele está correto", afirmou Leão. Segundo o treinador, demitido nesta quinta-feira do comando do São Caetano justamente por não aceitar a imposições externas na escalação de seus times.

Leia mais:  Ceni pede entrada de Cícero durante jogo, mas Ney Franco nega: "Cada um na sua"

"O futebol de hoje está esquisito, tem muito clube em que não é o treinador que manda. Hoje é o rabo que balança o cachorro", brinca.

Técnico do São Paulo por oito meses, entre outubro de 2011 e junho deste ano, Leão garante que nunca teve problemas deste tipo com o capitão tricolor. "Não, comigo o Rogério nunca fez isso", afirma. O que se sabe, no entanto, é que o ex-treinador do time paulista e o goleiro tiveram alguns desentendimentos nesta última passagem de Leão pela equipe do Morumbi.

O técnico também alfinetou Juvenal Juvêncio em sua apresentação no São Caetano, há dois meses. Na ocasião, Leão usou do bom humor para exaltar a sua relação com o mandatário do São Paulo.

Confira ainda: Emerson Leão sofre segunda demissão do ano e deixa comando do São Caetano

"O Juvenal é aquilo que vocês (jornalistas) adoram. Sempre que ele vai dar entrevista, pode se preparar que vem alguma coisa. Mas eu tenho uma consideração por ele, até porque é uma pessoa mais velha, já passou da idade. Às vezes, quer ser treinador", disse em sua chegada ao Azulão.

Segundo o treinador, porém, a afirmação não foi feita em tom de crítica. "Eu não falei mal do Juvenal. Ele que disse que seria um bom técnico", relata, relembrando entrevista dada pelo presidente logo após sua demissão, no final de junho. Na ocasião, Juvenal garantiu que teria êxito caso substituísse Leão no banco de reservas são-paulino.

*Com Gazeta

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG