Málaga bate o Milan, segue 100% e dispara na liderança do Grupo C da Liga

Equipe espanhola é a grande surpresa da Liga dos Campeões até aqui e lidera a sua chave na competição

Gazeta |

Getty Images
Joaquin marcou o único gol da vitória do Málaga

O Málaga segue como grande surpresa da Liga dos Campeões e deu um importante passo rumo às oitavas de final. Jogando em casa, o time espanhol contou com a força de sua torcida para bater o Milan por 1 a 0, com gol de Joaquín.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Com o resultado, o time espanhol mantém os 100% de aproveitamento e soma agora nove pontos em três partidas, abrindo cinco de vantagem sobre os italianos, segundos colocados, e praticamente garantido vaga histórica na segunda fase logo em sua primeira participação na Liga dos Campeões.

Já o Milan se vê pressionado pelo Zenit, que mais cedo venceu o Anderlecht por 1 a 0 e somou os seus primeiros três pontos na competição, ficando a apenas um dos italianos.

Veja fotos desta quarta pela Liga dos Campeões:


O jogo
Querendo a vitória diante de sua torcida, o Málaga iniciou a partida tentando pressionar o Milan.  Os dois times, no entanto, erravam muitos passes e não chegavam ao gol adversário.

Os italianos chegaram com perigo em duas oportunidades, ambas com El Shaarawy. Na primeira delas, aos 25, o camisa 92 não alcançou cruzamento de De Sciglio. Sete minutos mais tarde, o meia-atacante recebeu livre de Emanuelson, mas chutou para fora.

Os lances acordaram o Málaga, que comandados por Joaquín responderam com dois bons chutes de Isco, com direito a bela defesa de Amelia no segundo arremate.

Aos 43, a pressão dos donos da casa finalmente surtiu efeito. Joaquín carregou para a linha de fundo e acertou belo passe de calcanhar para Gaméz, derrubado na área por Constant. Na cobrança do pênalti, Joaquín chutou forte e a bola explodiu no travessão antes de sair sobre o gol italiano.

O pênalti perdido não abalou o Málaga, que seguiu pressionando o Milan na volta para o segundo tempo. Apesar do domínio da partida, no entanto, o time espanhol pouco finalizava para gol. Na primeira grande chance dos espanhois, aos 18, Joaquín recebeu belo lançamento de Iturra e teve tranquilidade para tirar de Amelia, se redimindo do pênalti perdido e fazendo o gol da vitória dos espanhóis.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG