Em jogo tumultuado, Cerro Porteño bate o Colón e se classifica para as quartas

Time paraguaio derrotou o rival argentino por 2 a 1, em jogo marcado por uma confusão entre torcedores do Colón e a polícia

Gazeta |

O Cerro Porteño-PAR garantiu classificação às quartas de final da Copa Sul-americana, ao derrotar o Colón, da Argentina, por 2 a 1, nesta terça-feira. A partida, disputada no Paraguai, ficou marcada por um tumulto ocorrido por volta dos 30 minutos do segundo tempo. Uma confusão reunindo torcedores argentinos e a polícia paraguaia interrompeu a partida por mais de dez minutos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

AFP
O Cerro Porteño se classificou para as quartas da Sul-americana

No jogo de ida, a equipe paraguaia havia vencido em Buenos Aires por 2 a 1. Para tentar reverter a vantagem da equipe da casa, o Colón começou no ataque e saiu na frente do marcador, com um gol de Gigliotti, de cabeça, no primeiro minuto da partida. O time paraguaio partiu para o ataque e chegou ao empate aos 11 minutos, através do atacante Nanni.

No segundo tempo, a partida continuou equilibrada, mas aos 24 minutos, o time da casa desempatou em um lance polêmico. Fabbro cruzou e Dos Santos mandou para as redes, mas o argentino Urribarri meteu a mão na bola para tentar impedir o gol. O árbitro marcou pênalti e expulsou o defensor portenho, mas foi alertado pelo assistente de que a bola já havia entrado, quando o argentino a tocou com a mão. O juiz, então, confirmou o gol do Cerro e anulou o cartão vermelho mostrado ao jogador do Colón.

Aos 32 minutos, torcedores do Colón que estavam isolados em um canto do estádio se desentenderam com os policiais e a partida ficou paralisada por quase 15 minutos. Antes de ser reiniciada, o árbitro Dario Ubriaco, do Uruguai, expulsou o goleiro Diego Pozo e o zagueiro Caire que haviam deixado o campo para brigar na arquibancada.

Como o time argentino já tinha efetuado as três alterações, o técnico argentino foi obrigado a colocar o atacante Fabianesi, no gol. Mesmo com dois jogadores a mais, o time paraguaio se preocupou apenas em tocar a bola, sem se preocupar em explorar o fato de o adversário ter um jogador de ataque debaixo das traves.

Na próxima fase, o Cerro vai enfrentar o vencedor do confronto entre Tigre, da Argentina, e Deportivo Quito, do Equador.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG