Tite revela não ter convicção sobre vagas no ataque para Mundial

Sistema defensivo já está definido com Cássio, Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos, além dos volantes Ralf e Paulinho

Gazeta |

Marca Brasil
Romarinho (e) está na disputa por uma das vagas do ataque corintiano

O técnico Tite inicia nesta semana a preparação específica do Corinthians para o Mundial de Clubes. O treinador escalará força máxima nas seis rodadas que restam neste Campeonato Brasileiro, para poder definir os 11 escolhidos para o torneio no Japão. As principais dúvidas do comandante estão no setor de criação e no ataque, enquanto o sistema defensivo não apresenta mistério.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Isso (dúvida) é mais em relação à linha de frente. Estes quatro homens estão em uma briga mais acirrada. Já a parte de trás está montada", afirmou. Tite quer ver o time se empenhando nesta reta final do Brasileirão, pois os jogos servirão de laboratório.

"Não tenho a convicção (da escalação). A experiência me mostrou que o campo tem de falar mais do que meu olhar. A bola fala", explicou. Desta forma, o sistema defensivo está formado com Cássio, Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos, além dos volantes Ralf e Paulinho.

Leia mais: Denner tem lesão no joelho confirmada e só volta ao Corinthians em 2013

A partir daí, as indefinições tomam conta da equipe. Douglas herdou o posto de Alex depois da Libertadores, mas ainda não tem a vaga assegurada no Mundial, pois Tite pode optar por um atacante de velocidade no setor e que tenha também a incumbência de marcar.

Já Danilo tem seu lugar praticamente assegurado. Da mesma forma, Emerson Sheik dificilmente perderá espaço, mas precisa voltar bem da lesão no joelho direito. A outra vaga no ataque será disputada por Guerrero, Martínez, Romarinho e Jorge Henrique, sendo que um destes quatro ainda pode desbancar Douglas.

Veja também: Lista dos 100 clubes que mais atraem torcida no mundo tem só três brasileiros

"Posso ter dois meias ou um jogador de velocidade. Também existe a chance de jogar com ou sem pivô. No começo do ano, as pessoas me perguntavam se eu continuaria com o Liedson, porque a equipe estava montada para ter um pivô. Depois, fomos campeões da Libertadores com dois de velocidade", salientou.

Apesar da dúvida, Tite estava ansioso por voltar a ter um centroavante de referência e ficou bastante satisfeito com a contratação de Guerrero, que será titular no sábado, contra o Vasco. Já a outra vaga nesta rodada do Brasileirão deve ficar com Romarinho, pois Emerson Sheik ainda está entregue ao departamento médico.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: titecorinthiansmundialguerreroemersonromarinhodouglas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG