São Paulo evita falar em vexame, mas admite obrigação de vencer LDU

Necessidade de avançar para as quartas de final da Copa Sul-Americana vem da ambição do clube em conquistar um título nesta temporada

Gazeta |

Apontado como franco favorito para a partida desta quarta-feira contra a LDU de Loja, o São Paulo procurou minimizar a pressão por um resultado positivo e evitou classificar um possível revés como um vexame. A postura, entretanto, não diminuiu o peso que uma vitória tem para o grupo de jogadores. Segundo os próprios atletas, um triunfo diante dos equatorianos é visto como uma obrigação no Morumbi.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Vipcomm
Jadson, meia do São Paulo

A necessidade de derrotar a LDU de Loja e avançar para as quartas de final da Copa Sul-Americana vem da ambição do clube em conquistar um título nesta temporada. Pressionado pelos troféus obtidos pelos rivais Corinthians, Palmeiras e Santos, o São Paulo quer encerrar o seu jejum de quatro anos sem conquistas para tranquilizar os torcedores e assegurar sua participação na Copa Libertadores sem depender de uma vaga no G-4 do Brasileiro.

E mais: São Paulo poupa Luis Fabiano e treina pênaltis antes da Sul-Americana

"Eu não acho que vexame seria a palavra certa no caso de eliminação. Seria mais uma decepção para nós. Temos que tentar a vitória porque é um jogo que todo mundo considera fácil, mas dentro das quatro linhas é complicado. A equipe do São Paulo é favorita e temos que entrar com espírito de vencedor para conseguir a classificação em campo", analisou o meia Jadson.

A visão do camisa 10 é compartilhada pelo volante Denilson. No primeiro jogo, a LDU de Loja se aproveitou do desgaste sofrido pela equipe e conseguiu um empate por 1 a 1, no Equador. Já no Morumbi, o time brasileiro precisa de apenas um empate sem gols ou qualquer outra vitória para se assegurar na próxima fase da competição continental.

"É uma obrigação porque somos o São Paulo Futebol Clube. Carregamos no peito um clube para ser campeão. Precisamos de um título neste ano e a Sul-Americana não pode escapar. O Ney Franco está conversando bastante com a gente e vamos entrar lá com humildade para fazer o nosso papel", destacou o meio-campista.

Leia também: Mais próximos, jogadores exaltam formação de "Família Ney Franco"

Mesmo com tamanha determinação para conquistar a classificação, o elenco são-paulino não descarta as dificuldades que irá encontrar pela frente. Para esta partida, o time não poderá contar com o lesionado Luis Fabiano e terá que fazer valer o mando de campo para impedir que um resultado negativo venha a prejudicar o moral e o desempenho da equipe na disputa da reta final do Campeonato Brasileiro.

"É um jogo difícil pelo torneio do qual ele faz parte. Lá a equipe deles complicou bastante pelo campo que estava ruim e o lugar que não era muito bom. Mas, agora, estamos dentro de casa e temos que impor o nosso ritmo. É uma obrigação passar para a próxima fase. Os jogadores estão focados neste objetivo e vamos ganhar", encerrou Jadson.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: São PauloJadsonDenilsonSul-Americana 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG