Brasileiros brilham, Shakhtar vence Chelsea e mantém invencibilidade

Alex Teixeira e Fernandinho marcaram para o time ucraniano e Oscar descontou para os ingleses. Já a Juventus ficou no empate com o Nordsjaelland

Gazeta |

AFP
Fernandinho bateu de direita e ampliou para o Shakhtar diante do Chelsea

Em confronto que começou com sete brasileiros em campo, o Shakhtar Donetsk triunfou por 2 a 1 sobre o Chelsea, na DonBass Arena, na Ucrânia, pela terceira rodada do Grupo E da Liga dos Campeões. Com este resultado, a equipe ucraniana chegou à marca de 34 partidas de invencibilidade, com 32 vitórias e dois empates.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O placar foi aberto logo aos três minutos. O atacante Luiz Adriano (ex-Internacional) tentou lance individual na área do adversário e perdeu a bola, que sobrou para Alex Teixeira (ex-Vasco) deslocar o goleiro Petr Cech e anotar o primeiro gol do embate. Sem Lampard, substituído por Hazard aos dezoito minutos por causa de uma lesão, o Chelsea ainda buscou o empate, mas foi o Shakhtar quem quase balançou as redes.

A história não foi muito diferente na etapa complementar. Assim como no primeiro tempo, o Shakhtar precisou de pouco tempo para alterar o marcador. Aos seis minutos, Hazard errou em tentativa de driblar na região central do campo e foi desarmado por Fernandinho, que trabalhou com Luiz Adriano, chutou cruzado e anotou o segundo gol. Oscar, aos quarenta e três minutos, ainda diminuiu para o Chelsea, mas não conseguiu evitar a derrota do clube inglês.

Com este resultado, a equipe comandada por Lucescu assumiu a liderança do Grupo E, com sete pontos. O Chelsea, por sua vez, se manteve com quatro pontos e caiu para a segunda colocação, um ponto a frente da Juventus, e três pontos a frente do Nordsjaelland.

Chelsea e Shakhtar Donetsk voltam a se enfrentar no próximo dia 7 de novembro, às 15h45 (de Brasília), em partida válida pela quarta rodada do Grupo E. O confronto será realizado no estádio Stamford Bridge, em Londres.

Juventus empata de novo

Na Dinamarca, a Juventus ficou no empate por 1 a 1 com o Nordsjaelland. Beckmann abriu o placar para os dinamarqueses, cobrando falta que Buffon não conseguiu defender. Mas Vucinic empatou para a Juve, que tem três empates em três jogos e corre riscos.

Já o time dinamarquês conseguiu hoje seu primeiro ponto e seu primeiro gol na Liga.

Veja fotos desta terça pela Liga dos Campeões:

O jogo
Atuando diante da torcida ucraniana, que pressionava o Chelsea através de gritos e vaias, o Shakhtar Donetsk começou a partida agredindo o time adversário. Aos três minutos, a zaga da equipe inglesa bobeou após cobrança de lateral, o atacante Luiz Adriano tentou jogada individual na área e acabou desarmado. No entanto, Alex Teixeira ficou com a sobra e, com tranquilidade, deslocou Petr Cech para abrir o placar.

Uma das principais referências no meio-campo do time comandado por Roberto di Matteo, Frank Lampard deixou o gramado aos dezoito minutos, quando foi substituído pelo belga Hazard por causa de dores na perna direita. Com isto, o brasileiro Ramires, que completava seu 100º jogo pelo Chelsea, foi recuado para atuar como volante, mas pouco ajudou na dinâmica na saída de jogo da equipe inglesa.

EFE
O brasileiro Alex Teixeira comemora gol do Shakhtar contra o Chelsea

Ao contrário do que acontecia no clube atual campeão europeu, os brasileiros do Shakhtar realizavam boa exibição, comandando as jogadas ofensivas dos ucranianos. Willian e Fernandinho, com bons chutes de fora da área, obrigaram Cech a realizar boas defesas, enquanto Alex Teixeira e Luiz Adriano se movimentavam constantemente entre os zagueiros do Chelsea.

A boa atuação da equipe ucraniana era percebida através das estatísticas. Ao término dos primeiros quarenta e cinco minutos, o Shakhtar havia finalizado 15 vezes e acumulava 55% de posse de bola, enquanto o adversário arrematou em quatro oportunidades.

Já na etapa complementar, a partida parecia ocorrer em ritmo mais lentos. Entretanto, aos seis minutos, Hazard tentou sair driblando no meio-campo e foi desarmado por Fernandinho. O volante brasileiro saiu em velocidade, trabalhou com Luiz Adriano e chutou cruzado, sem chances para Cech, anotando o segundo gol do time ucraniano.

Tentando organizar reação, di Matteo colocou Sturridge na vaga de Fernando Torres, que pouco fez enquanto permaneceu no gramado, aos vinte e seis minutos. Apesar da alteração, o Chelsea seguiu sendo dominado pelo adversário e não ameaçou Pyatov nos minutos seguintes.

Além dos brasileiros, outro atleta que se destacava pelo Shakhtar era o meio-campista Mkhitaryan. Em dois lances, o armeno quase superou o goleiro tcheco e por pouco não marcou o terceiro gol para os donos da casa. Aos trinta e sete minutos, Ilsinho entrou em campo no lugar de Alex Teixeira, mas não alterou o ritmo do confronto.

Aos quarenta e três minutos, Ivanovic invadiu a área e tocou na pequena área, onde estava o meia Oscar, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. Contundo, o gol do brasileiro não foi o suficiente e o Chelsea acabou derrotado.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG