Nas seis partidas que a equipe recebeu a visita de rivais paulistas no Brasileirão, venceu cinco vezes e empatou uma

O Náutico encerrou neste domingo sua série de jogos so Brasileirão contra paulistas nos Aflitos. O time pernambucano teve desempenho quase perfeito contra equipes de São Paulo no Recife. Foram cinco vitórias e apenas um empate - o desta tarde, por 0 a 0 contra a Portuguesa .

O que faz do Náutico um time tão forte nos Aflitos? Deixe seu comentário

A primeira ‘vítima’ foi a Ponte Preta, em julho: 3 a 0. O placar foi o mesmo das vitórias sobre Santos e São Paulo, ambas em agosto. Diante do Corinthians, atual campeão da Libertadores, novo triunfo, este por diferença mínima, 2 a 1. Há uma semana, o Palmeiras, ameaçado pelo perigo de disputar a Série B no próximo ano, foi derrotado pelo time pernambucano por 1 a 0.

Veja fotos dos jogos deste domingo do Campeonato Brasileiro

Dos 41 pontos que conquistou em 32 rodadas do Brasileirão, o Náutico conquistou 36 no seu estádio. Vindo de quatro vitórias consecutivas na sua casa, o Alvirrubro não chegou ao quinto triunfo por falta de qualidade na hora de finalizar, de acordo com a análise feita pelo meio-campista Martinez após a partida com a Lusa.

"No primeiro tempo a gente conseguiu criar mais chances, e a Portuguesa é qualificada, joga bem fora de casa e não repetimos nossas últimas atuações. Faltou caprichar no último passe. Trabalhamos bem a bola, mas não conseguimos finalizar bem", explicou o jogador, ciente que sua equipe agora precisa melhorar os número longe de Pernambuco.

Em 16 jogos fora de casa, o Náutico conseguiu apenas uma vitória, dois empates e 13 derrotas. E o próximo rival é o Santos, quinta-feira, na Vila Belmiro. "Precisamos melhorar. Temos um bom retrospecto aqui, apesar deste empate, mas agora temos que buscar pelo menos pontuar fora de casa", analisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.